Financiamento da safra terá R$ 665 milhões do BB para MS

Custeio antecipado é para safra 2016/2017

Os custos com a produção rural estão cada vez maiores, e para ajudar na safra 2016/2017 o Banco do Brasil, por meio do Pronamp (Programa Nacional de Apoio aos Médios Produtores Rurais), oferece  de R$ 665 milhões para agricultores sul-mato-grossense que cultivam cana, milho, soja, laranja, café, arroz e algodão.

O , que era de R$ 628,8 milhões na safra 2014/2015, aumentou 6% neste ano. Para o médio produtor, o valor máximo de custeio é de R$ 710 mil e a taxa é de 7,75% a.a. Os recursos para os demais produtores rurais tem encargos de 8,75 % a.a., e o teto de R$ 1,2 milhão por beneficiário.

No país, banco vai disponibilizar R$ 10 bilhões para o custeio antecipado da safra 2016/17. O volume ofertado é oriundo das captações próprias da Poupança Rural e dos Depósitos à Vista.

O custeio antecipado permite melhores condições aos produtores. O planejamento contribui para o incremento das vendas de sementes, fertilizantes e defensivos, ajuda para planejar o pagamento dos fornecedores.

Financiamento da safra terá R$ 665 milhões do BB para MS
Mais notícias