Confira se os preços compensam: de celular a fogão, lojas de Campo Grande antecipam Black Friday

Eletrodomésticos que estavam por R$ 4,2 mil agora saem por R$ 3,4 mil

Na corrida para atrair os consumidores para um dos dias mais esperados de compra no comércio, as lojas já começam a anunciar as promoções e moradores de Campo Grande podem encontrar descontos de até 21% em produtos na pré-Black Friday. O evento, inspirado na data americana, acontece no próximo dia 27 de novembro e assim como na internet, as lojas físicas já começam a fazer o “esquenta” e movimentar a economia.

Segundo o gerente de uma loja de departamentos do Centro, Ivan Júnior, de 45 anos, os produtos mais procurados pelos consumidores durante a Black Friday são os eletrodomésticos de linha branca.

“São os eletrodomésticos que são os mais utilizados dentre de casa são os mais procurados pelos consumidores. Já começamos com as ofertas e a expectativa é aumentar as vendas de 20 a 30% nesta Black Friday”, disse ao Jornal Midiamax.

Confira se os preços compensam: de celular a fogão, lojas de Campo Grande antecipam Black Friday
Foto: de França, Midiamax

Não só eletrodomésticos serão alvo das promoções, como também as roupas. A gerente de uma loja do Centro, Kelly Martins, de 34 anos, disse que a loja promoverá o desconto gradativo para quem comprar mais peças.

Por exemplo, se o cliente levar uma camisa, sairá por R$ 39,99. Se levar duas, sairá por R$ 34,99 cada. Se o cliente optar em levar três peças, o valor de cada uma será de R$ 29,99.

Confira a lista de produtos que já podem ser comprados por promoção no “esquenta Black Friday”:

Celular A 11 Samsung Galaxy 64 GB

  • Antes: R$ 1.899
  • Agora: R$ 1.499

Máquina de lavar Consul 12 KG

  • Antes: R$ 2.099
  • Agora: R$ 1.699

Tanquinho Wanke 4 KG

  • Antes: R$ 429
  • Agora: R$ 319

Ventilador Mondial 40 cm 8 pás

  • Antes: R$ 379
  • Agora: R$ 219,90

Fogão Mueller 5 bocas com base de vidro

  • Antes: R$ 1.399
  • Agora: R$ 1.099

Refrigerador Panasonic 387 litros

  • Antes: R$ 2.999
  • Agora: R$ 2.599

Samsung 50 polegadas (com comando de voz)

  • Antes: R$ 4.200
  • Agora: R$ 3.489,90

Expectativa de venda

Depois de enfrentar meses difíceis para as vendas, muitos comerciantes veem na Black Friday um marco para a retomada da economia. Alguns esperam até vender mais que no mesmo período do ano passado.

Marcada para o dia 27 de novembro, a data já mobiliza , que preparam descontos para impulsionar as vendas. “Sempre preparamos mercadorias com promoção e fazemos bastante marketing. O resultado é sempre bom”, comenta Leni Fernandes, dona de 10 lojas em Campo Grande.

A empresária espera alta de 15% nas vendas deste ano e explica o porquê. “Acredito na recuperação das vendas, pois as pessoas estão com o cartão limpo, sem gastar. Então, estão procurando coisas para comprar”.

Leni ainda dá a dica para quem também quer ter um resultado positivo este ano: “Se fizer um bom marketing, o cliente vai consumir”, conclui.

Também está com boas perspectivas a comerciante Kerrla Marangon, proprietária de uma franquia no centro de Campo Grande. “A expectativa é muito boa”, avaliou. Conforme a comerciante, os descontos têm que seguir a direção nacional, mas garante que vários produtos estarão com desconto.

A empresária acredita que a pandemia fez o perfil de compras mudar, mas aposta no espírito fraterno do brasileiro para ver as vendas aumentarem. “Temos o hábito de presentear, mas as pessoas estão buscando produtos mais baratos. Porém, não vão deixar passar em branco”, aposta.

Apesar de ter divulgação feita pela marca, a franqueada investe no marketing digital para atrair clientes e acredita que a ferramenta vai ser o diferencial nesta Black Friday. “São plataformas necessárias e de altíssima veiculação para o público. Tenho uma lista grande de clientes nas redes sociais”, observou.

 

Confira se os preços compensam: de celular a fogão, lojas de Campo Grande antecipam Black Friday
Mais notícias