Calorão faz venda de ar-condicionado e piscina ‘bombar’ em Campo Grande

Com termômetros registrando máxima de 38°C na Capital, os moradores buscam alternativas para fugir do calor

O calorão que atinge Mato Grosso do Sul nos últimos dias tem feito os moradores recorrerem às mais diversas alternativas para se refrescarem. A busca por aparelhos de eletrodomésticos que ajudem a aliviar o calor tem sido tanta, que em lojas de Campo Grande, o estoque até se esgotou tamanha a demanda.

Pelo Centro da Capital, os anúncios de produtos para aliviar o calor são vistos por quase todas as esquinas e de acordo com o gerente de uma loja, Ivan Oliveira, 60% dos clientes têm procurado por ar-condicionado.

Segundo ele, os clientes têm procurado os modelos de ares que são um pouco mais caros que os convencionais, de até R$ 2 mil, mas que economizam mais energia. Os modelos inverter, que consomem menos energia, são os que mais vendem na loja. Além dos aparelhos, as piscinas também são bastante solicitadas.

Calorão faz venda de ar-condicionado e piscina 'bombar' em Campo Grande
Foto: Leonardo de França, Midiamax

As piscinas para a criançada – e também para os adultos, porque não – também são um dos produtos mais procurados em loja gerenciada por Alisson Magalhães.

Conforme o gerente, o estoque do produto costuma se esgotar rapidamente e em todos os anos, como já sabe do período de calorão, já adiantam a reposição dos estoques.

Tais Tallasso, vendedora de uma loja de eletrônicos no Centro, disse que o estoque de ar-condicionado se esgotou e os climatizadores e umidificadores também caminham para o mesmo. “Vendemos tudo”, disse.

Caso um produto eletrônico ainda não se encaixe no seu orçamento, não se preocupe. O Jornal Midiamax já listou cinco ideias para criar o seu próprio ar-condicionado. Confira em matéria do MidiaMAIS.

 

Calorão faz venda de ar-condicionado e piscina 'bombar' em Campo Grande
Mais notícias