Supermercado é flagrado com produtos vencidos e carnes sem informações de procedência

Produtos foram descartados e estabelecimento terá prazo para recorrer de multa

O Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) flagrou um supermercado localizado no Jardim Seminário expondo à venda peças de carne sem informações de procedência e data de validade, além de vários itens vencidos desde junho.

Segundo o órgão, em relação à carnes sem procedência, foram descartados quase 15 kg referentes a cinco peças de carne de carneiro, além de cerca de 12 kg de pintado, sendo três exemplares inteiros e mais oito pacotes com cortes do peixe.

O descarte se deu pelo fato de estarem expostos à venda sem quaisquer das especificações essenciais tais como prazo de validade e procedência, o que constitui transgressão ao que determina o CDC (Código de Defesa do Consumidor).

Também foram retirados das prateleiras, inutilizados e descartados 33 pacotes de biscoitos diversos, 20 de macarrão para yakisoba e vários outros itens como salgadinhos, castanhas, massas para pastel, bebidas lácteas, sucos de frutas e refrigerantes e pacotes de lentilha.

A fiscalização foi acionada após denúncia de consumidores que apontavam existência de divergência de preços entre as gôndolas e os efetivamente praticados nos caixas. O Procon-MS, porém, não constatou esta irregularidade. O estabelecimento foi autuado e terá prazo para defender-se junto ao órgão.

Denúncias

Consumidores que constatarem irregularidades na venda e exposição de produtos podem efetuar denúncias por meio da página “Fale conosco”, do site do órgão, além dos telefones 151, pelo WhatsApp do órgão no número (67) 9 9158-0888 ou, ainda, pessoalmente. O prédio do Procon-MS está localizado na rua 13 de Junho 930, no Centro de Campo Grande.

Mais notícias