Procon flagra produtos mofados e vencidos desde abril no mercado Legal

Além disto os consumidores denunciaram a cobrança de preços diferentes dos que eram expostos nas prateleiras

Um unidade de rede de supers foi autuada nesta terça-feira (13) por apresentar preços no caixa diferentes dos marcados nas prateleiras e, por comercializar produtos vencidos. O estabelecimento fica localizado na Vila Belo Horizonte e, a ação foi realizada pelo -MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) após denúncias de consumidores.

Dos produtos com preços diferentes ao serem passados no caixa, o que apresentava maior diferença no valor era uma pasta de avelã que estava marcada por R$17,79 e no caixa o valor subia para R$19,90. Segundo os fiscais do -MS, entre os produtos inadequados para consumo haviam pacotes de uva passa preta com bolor e até mesmo embalagens de frango e peixe violadas.

A equipe da superintendência encontrou dezenas de produtos fora do prazo de validade, como embalagens de flocos de milho pré-cozidos, pacotes de café torrado e moído, feijão branco e até linguiça calabresa. De acordo com os ficais haviam produtos vencidos desde abril deste ano. Após as vistorias, os produtos inadequados para consumo foram descartados na presença da equipe do -MS.

Jornal Midiamax tentou contato via telefone com o Super Legal, mas não conseguiu.

Denúncias

A denúncia de irregularidades na conveniência foi realizada por meio da página “Fale conosco”, do site do órgão. Todo cidadão que se sentir prejudicado durante o consumo em algum estabelecimento deve denunciar para o Estadual. Outras opções para denúncias são os telefones 151, número de WhatsApp (67) 9 9158-0888. O prédio do , localizado na rua 13 de Junho 930, também recebe denúncias.

 

 

Procon flagra produtos mofados e vencidos desde abril no mercado Legal
Mais notícias