Procon flagra produtos mofados e vencidos desde abril no mercado Legal

Além disto os consumidores denunciaram a cobrança de preços diferentes dos que eram expostos nas prateleiras

Um unidade de rede de supermercados foi autuada nesta terça-feira (13) por apresentar preços no caixa diferentes dos marcados nas prateleiras e, por comercializar produtos vencidos. O estabelecimento fica localizado na Vila Belo Horizonte e, a ação foi realizada pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) após denúncias de consumidores.

Dos produtos com preços diferentes ao serem passados no caixa, o que apresentava maior diferença no valor era uma pasta de avelã que estava marcada por R$17,79 e no caixa o valor subia para R$19,90. Segundo os fiscais do Procon-MS, entre os produtos inadequados para consumo haviam pacotes de uva passa preta com bolor e até mesmo embalagens de frango e peixe violadas.

A equipe da superintendência encontrou dezenas de produtos fora do prazo de validade, como embalagens de flocos de milho pré-cozidos, pacotes de café torrado e moído, feijão branco e até linguiça calabresa. De acordo com os ficais haviam produtos vencidos desde abril deste ano. Após as vistorias, os produtos inadequados para consumo foram descartados na presença da equipe do Procon-MS.

Jornal Midiamax tentou contato via telefone com o Supermercado Legal, mas não conseguiu.

Denúncias

A denúncia de irregularidades na conveniência foi realizada por meio da página “Fale conosco”, do site do órgão. Todo cidadão que se sentir prejudicado durante o consumo em algum estabelecimento deve denunciar para o Procon Estadual. Outras opções para denúncias são os telefones 151, número de WhatsApp (67) 9 9158-0888. O prédio do Procon, localizado na rua 13 de Junho 930, também recebe denúncias.

 

 

Mais notícias