Publicidade

Procon fiscaliza comércios e notifica postos de combustível em cidade turística de MS

Fiscais também flagraram demora excessiva na espera em fila de bancos

Com a Semana do Consumidor, o Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) Estadual foi até a cidade de Bonito, a 300 km da Capital, para uma ação de orientação e também de fiscalização. O município que atrai turistas do mundo todo e é conhecido pelos altos preços ganha uma unidade do Procon, após quase dois anos de negociações.

As equipes fizeram a orientação a estabelecimentos comerciais e fiscalizaram agências bancárias, lotérica e postos de combustível. Entre os problemas encontrados, a demora no atendimento foi a irregularidade flagrada nas duas agências visitadas. Na primeira agência, uma senhora com uma criança de colo ficou esperando por 54 minutos para ser atendida na mesa. Ela deveria ter prioridade, nas o serviço não estabelece diferença e nem emite senhas diferenciadas.

Já nos caixas, há atendimento preferencial, mas a demora foi de cerca de 25 minutos, enquanto a legislação prevê no máximo 15 minutos. No segundo banco visitado, os clientes também tinham que esperar na fila por um tempo além do permitido. A espera chegou a quase 50 minutos.

Já na agência Lotérica, as irregularidades flagradas foram a falta de banheiro e bebedouros destinadas aos clientes, além da falta de comprovantes eletrônicos que pudessem comprovar a demora no atendimento. O Procon ainda visitou um supermercado para orientação de funcionários e proprietários sobre os cuidados com os produtos.

Nos postos de combustível da cidade, a equipe contou com a colaboração de representantes da ANP (Agência Nacional de Petróleo). Todas as unidades visitadas receberam notificações para apresentar planilhas com os valores de compra dos combustíveis nas distribuidoras e também a mostrar planilhas com os valores de venda. Assim, o Procon pode calcular o percentual de lucro.

Procon em Bonito

O superintendente do Procon, Marcelo Salomão, foi à inauguração da unidade em Bonito nesta terça-feira (12). “É uma vitória não só para a cidade, mas para o Brasil inteiro, por ser uma cidade que recebe turistas de todos os lugares. Vamos fazer fiscalizações nos postos de combustível de lá, orientação aos comerciantes”, explica. Segundo Salomão, as principais reclamações de moradores e turistas é com relação aos preços abusivos no comércio, filas de banco e preços de gasolina.

A iniciativa é em parceria com a Prefeitura da cidade e por enquanto vai contar com um funcionário. A implantação de uma unidade em Bonito é articulada desde 2017, quando o superintendente do órgão se reuniu com representantes da Câmara e da Prefeitura do município. Em maio do ano passado, Salomão foi novamente à cidade para tratar sobre a instalação da unidade.

Mais notícias