Coroa de flores para Finados chega a custar R$ 400 em Campo Grande, aponta Procon

Pesquisa do Procon-MS encontrou diferença de até 300% em produtos para homenagear falecidos

Uma pesquisa realizada pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) acerca de produtos para o Dia de Finados, celebrado neste sábado (2), encontrou diferenças que vão de até 300% sobre o mesmo produto.

O levantamento foi realizado entre os dias 21 e 25 de outubro, nos quais sete estabelecimentos comerciais foram visitados, com consulta a preços de 32 produtos. os locais pesquisados foram as floriculturas Jardim do Édio, Marrocos, Monte Líbano, Pequena Flor, Holanda, Pantanal Garden e Rosalândia.

De acordo com o levantamento, a coroa de flores mais cara foi encontrada por R$ 400, na floricultura Jardim do Édio, e a mais barata por R$ 300, na Pequena Flor. Já a maior diferença de preço – 300% – foi em relação ao vaso médio da Calandiva, que na floricultura Monte Líbano custa R$ 40, enquanto na Holanda pode ser encontrado por R$ 10. O vaso grande da flor Kalanchoe também apresentou grande diferença de preço, saindo a R$ 60 na Jardim do Édio e por R$ 15 na Holanda.

O Procon-MS registrou que entre os produtos pesquisados, 22 tiveram decréscimo nos preços comparado a 2018, chegando a uma redução de 51,10% no caso do cíclame. Dez outros itens sofreram acréscimo – o maior foi de 11,36%, referente aos preços da begônia.

Supermercados

O Procon-MS também visitou as floriculturas e gôndolas de velas e afins de 4 supermercados da Capital e encontrou variação de até 258,95%, por exemplo, no preço das velas. Foram visitados o Carrefour, Comper, Extra e o Walmart.

A unidade de velas de sete dias, no caso, tem preço que varia de R$ 7,38, no Walmart, a R$ 26,49, no Extra. Em relação a Caladiva pequena, o preço mais em conta foi no Comper (R$ 4,99) e o mais caro no Carreffour (R$ 7,49).

Clique AQUI e confira a pesquisa completa de flores e AQUI a completa de flores e demais produtos em supermercados.

Mais notícias