Estacionar 1 hora em Campo Grande custa até R$ 20, revela Procon-MS

Pesquisa visitou 138 estacionamentos da cidade e encontrou diferença de até 1.900% nos preços

Aquela voltinha de carro no Centro de Campo Grande pode custar até R$ 20 para quem parar por até uma hora nos estacionamentos da região, conforme apontou pesquisa realizada pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor), que visitou 138 estacionamentos particulares da cidade entre 10 de agosto e 19 de setembro.

O levantamento do Procon-MS detectou diferença absurdas na precificação de algumas modalidades de estacionamento, que alcançam até 1.900% nas cobranças. Foram pesquisados horas cheias, frações (15, 30 e 45 minutos), diárias (6, 8, 10, 11 e 24 horas), além de adicionais após a primeira hora (10, 15, 20 e 30 minutos), tanto para carros como para motos.

Parar 15 minutos de carro pode variar de R$ 1 a R$ 10, uma diferença de 900%. Já motociclistas podem enfrentar variação de até 1.700% pelo mesmo período, já que o estacionamento mais barato custa R$ 0,50, enquanto o mais caro custa R$ 15 por 15 minutos.

A hora cheia para carros custa de R$ 1 a R$ 9, o que revela variação de 800% nos valores. Para motos, a diferença é menor, de 650%, com preços que partem de R$ 2 a R$ 15.

O contrates nos preços da hora adicional também apresentam grande variação. Para motos, permanecer 1h a mais custa de R$ 1 a R$ 9 (800% de variação), enquanto para carros o preço varia de R$ 2 a R$ 9 (350%).

De acordo com a superintendência, dos 138 postos pesquisados, apenas 105 estão regulares – os 33 restantes não possuem alvará de Localização e Funcionamento, o que configura desobediência ao CDC (Código de Defesa do Consumidor).

Clique AQUI e confira a pesquisa completa, com estabelecimentos e preços cobrados. e AQUI para ver quais os estabelecimentos mais caros e mais baratos dentre os pesquisados.

Mais notícias