Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Leite de saquinho ficará 7,43% mais caro em junho devido ao período de entressafra

Derivados do leite também devem sofrer reajuste, aponta levantamento

O leite de saquinho e derivados do produto podem ficar mais caros no mês de junho. Depois do anúncio do aumento do preço do pão, a alta no valor do leite foi apontada pelo levantamento do Silems (Sindicato das Indústrias de Lacticínios de Mato Grosso do Sul). Reflexo do período de entressafra, a alta deve ser percebida pelos consumidores já na primeira quinzena de junho.

O leite de saquinho pode sofrer o reajuste de até 7,43%, segundo a presidente do Silems, Milene Nantes. Atualmente, o leite custa em média R$ 2,69 por litro e pode chegar a R$ 2,89 o livro. Para os derivados do leite, o reajuste pode ser ainda maior: queijos, manteiga e mussarela terão alta de 10%.

A entressafra acontece todos os anos, quando a quantidade de chuvas é menor. “Com menos chuva, as pastagens diminuem, que servem de alimento para o rebanho leiteiro. Com menos alimento, o gado tende a produzir menos leite”, ressaltou Nantes.

Segundo a presidente, esta época do ano geralmente tem um aumento do consumo do leite. As temperaturas caem e os consumidores tomam mais leite do que no verão, por exemplo. Milene Nantes ainda destaca que o reajuste chega para manter a lucratividade das indústrias de laticínias do Estado. “Já tivemos uma alta de 3,86% de abril para maio, quando o preço médio subiu de R$ 2,59 para R$ 2,69. Esses valores são referentes a Mato Grosso do Sul, mas o aumento é uma tendência nacional, pois todos os anos essa sazonalidade acontece e a maioria dos produtores e empresários já está preparada”, completou.

(Com informações da FIEMS)

Comentários
Carregando...