Paulistec: Procon realiza 700 audiências e garante R$ 326 mil a ex-alunos

O Procon contabilizou o pagamento de aproximadamente R$ 326 mil aos 701 ex-alunos da Paulistec que procuraram a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor, para devolução dos valores pagos à empresa que vendia diplomas na Capital. As audiências para ressarcimento dos alunos, com a participação de representantes da Paulistec, aconteceram nos meses de julho e agosto.


As audiências tiveram início no dia 3 de julho e foram realizadas aos sábados até 31 de agosto. O ressarcimento por meio de cheque começou a ser efetuado pelo advogado da empresa aos reclamantes que compareceram às sessões realizadas a partir de 24 de julho.


As pessoas que compareceram em datas anteriores foram contatadas por telefone para procurar o Procon em dias previamente agendados para recebimento do cheque. Contudo, 30 pessoas ainda não compareceram. O coordenador do Procon, Alexandre Monteiro Resende, solicita que esses ex-alunos procurem a superintendência o mais rápido possível para retirar a lâmina de cheque.


Resende explica que a ordem de pagamento é feita mediante autorização do juiz. Para garantir o ressarcimento do valor devido pela escola, o Procon e a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes contra as Relações de Consumo (Decon) pediram à Justiça o bloqueio das contas do empresário responsável pela Paulistec -no valor de R$ 1,8 milhão – e de cinco carros de luxo importados. Caso os bens sejam desbloqueados pela Justiça, o ressarcimento não será mais garantido.


De acordo com o coordenador, o Procon vai continuar atendendo as solicitações que surgirem. Para recuperar o valor investido, o aluno que ainda não se manifestou deve procurar a sede do Procon – rua 13 de Junho, 930, esquina com a rua Maracaju – tendo em mãos recibo de pagamento e o diploma original.


O órgão de defesa do consumidor estima que cerca de 1,2 mil pessoas podem ter sido lesadas pela empresa que vendia diplomas de conclusão do ensino em Mato Grosso do Sul.

Mais notícias