Infecção por dengue pode ocorrer até quatro vezes por pessoa, alerta infectologista

MS registrou 72.751 casos da doença no ano passado.

Tradicionalmente, o mês de janeiro registra chuvas rápidas e altas temperaturas em , combinação que aumenta as chances de focos com água parada que servem de proliferação nos criadouros do . De acordo com especialista, uma pessoa que já foi infectada com dengue pode apresentar sorotipo até quatro vezes na vida.

O que poucas pessoas sabem é que o vírus da dengue possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. Segundo o médico infectologista, José Ivan Albuquerque Aguiar, todos circulam no Brasil.

“A recidiva, ou seja, o reaparecimento da doença por um outro tipo pode ser mais agressivo. Além disso, vale destacar que quando se contrai um tipo do vírus, a pessoa fica imune apenas para esse tipo, podendo contrair os outros três ao longo da vida”, disse.

O também é transmissor da zika vírus e chikungunya, a SES (), divulgou, nesta segunda-feira (12), um alerta para amenizar abrigadouros, como estar atenta a limpeza dos jardins, evitar acúmulo de água em pneus, garrafas e vasos de planta.

O boletim epidemiológico da doença, o ano passado registrou 72.751 casos de dengue, enquanto em 2019 foram 85.643. Embora a redução, o Estado fechou o ano ocupando o segundo lugar no ranking nacional com maior incidência.

Durante pandemia e isolamento social,  registrou 15% a menos de casos de dengue em 2020, comparado ao ano anterior.

Infecção por dengue pode ocorrer até quatro vezes por pessoa, alerta infectologista
Mais notícias