Cotidiano

Todas as 15 cidades de MS com UTI Covid-19 estão com ocupação crítica e lotação chega a 200%

Campo Grande apresenta superlotação de 105,12% neste sábado (3)

Dândara Genelhú Publicado em 03/04/2021, às 15h52

Pacientes enfrentam superlotação nos leitos Covid-19.
Pacientes enfrentam superlotação nos leitos Covid-19. - Foto: Divulgação / Fiocruz.

Em Mato Grosso do Sul, as 15 cidades com UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) Covid-19 estão com ocupação de leitos crítica neste sábado (3). Em Naviraí, a situação é a mais grave do Estado - são 200% de superlotação.

Para o levantamento, o Jornal Midiamax utiliza dados do Painel Mais Saúde, atualizado até às 15h30 deste sábado. A cidade com maior superlotação é Naviraí, que possui 10 leitos de UTI, mas atende 20 pacientes. Ou seja, metade das pessoas infectadas por coronavírus são atendidas além da capacidade hospitalar.

Em seguida temos Aquidauana, com 112,5% de superlotação. No município, são oito leitos existentes e nove são atendidos. Campo Grande possui 105,12% de ocupação das UTIs Covid-19.

Na Capital, são 349 pacientes hospitalizados por causa da Covid-19. No entanto, são 332 leitos existentes na cidade. Ou seja, 17 pessoas são atendidas além da capacidade em Campo Grande.

Em MS, neste sábado a ocupação de leitos exclusivos para Srag (Síndrome Respiratória Grave) e Covid-19 é de 104,89%. Ou seja, são 601 pacientes internados e 573 leitos existentes, fazendo 28 pessoas serem atendidas além da capacidade máxima.

De acordo com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), a partir de 80% de ocupação é considerado estado crítico. Assim, todos os municípios do Estado com UTI estão em alerta durante a pandemia.

Confira como estão as ocupações nos municípios de MS:

  • Aparecida do Taboado 100% das 10 vagas existentes
  • Aquidauana 112,5% dos 8 leitos existentes
  • Bataguassu 80%, das 5 vagas existentes
  • Campo Grande 105,12%, das 332 vagas existentes
  • Corumbá 100%, dos 17 leitos existentes
  • Costa Rica 100%, de 10 vagas existentes
  • Coxim 100%, de 8 vagas existentes
  • Dourados 94,29% de 70 leitos disponíveis
  • Jardim 83,33%, de 6 vagas existentes
  • Naviraí 200%, de 10 vagas existentes
  • Nova Andradina 100%, de 8 vagas existentes
  • Paranaíba 90%, de 10 vagas existentes
  • Ponta Porã 100%, de 30 vagas existentes
  • Sidrolândia 100%, de 5 vagas existentes
  • Três Lagoas 100%, de 44 vagas existenteS
Jornal Midiamax