Cotidiano

Somente um membro por família poderá entrar em mercados de MS, define decreto

Novo decreto publicado em edição extra do DOE-MS (Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul) nesta quarta-feira (10), restringe a entrada em supermercados a somente um membro por família para fazer as compras. Com várias restrições para MS, o documento é o mais rígido dos últimos meses. Com vigência a partir do dia […]

Fábio Oruê Publicado em 10/03/2021, às 14h07 - Atualizado às 18h04

Só uma pessoa por família poderá entrar nos mercados (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Só uma pessoa por família poderá entrar nos mercados (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil) - Só uma pessoa por família poderá entrar nos mercados (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Novo decreto publicado em edição extra do DOE-MS (Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul) nesta quarta-feira (10), restringe a entrada em supermercados a somente um membro por família para fazer as compras. Com várias restrições para MS, o documento é o mais rígido dos últimos meses.

Com vigência a partir do dia 14 de março, entre as medidas estão que os supermercados e similares podem funcionar durante o toque de recolher, que começará às 20h até às 5h do dia seguinte.

Porém, esta regra não se aplica às lojas de conveniência, que devem fechar. No caso dos mercados, é proibido o consumo de alimentos e bebidas no local.

Além disso, durante os horários e dias de funcionamento, o estabelecimento deverá limitar o atendimento em, no máximo, 50% da sua capacidade e o distanciamento mínimo de 1,5 m entre as pessoas presentes no local.

Durante a semana, o horário deve respeitar o toque de recolher, das 20h às 5h do dia seguinte. Além dos supermercados, o governo de MS publicou novas diretrizes para outros setores nesta quarta; confira aqui.

Jornal Midiamax