Cotidiano

Sesau abre vacinação contra Covid-19 para pacientes acamados com lesão medular

A partir dessa segunda-feira (1), os pacientes acamados com lesão medular grave poderão se cadastrar para a vacinação contra a Covid-19 em Campo Grande. A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) explicou que, para a conclusão do cadastro, é necessário anexar uma cópia do laudo médico atestando a lesão. O cadastro é feito no site http://vacina.campogrande.ms.gov.br.  […]

Mariane Chianezi Publicado em 01/03/2021, às 15h39

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil.
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil. - Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil.

A partir dessa segunda-feira (1), os pacientes acamados com lesão medular grave poderão se cadastrar para a vacinação contra a Covid-19 em Campo Grande. A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) explicou que, para a conclusão do cadastro, é necessário anexar uma cópia do laudo médico atestando a lesão. O cadastro é feito no site http://vacina.campogrande.ms.gov.br

Conforme já dito pela Sesau, o cadastramento irá facilitar a identificação desses pacientes, uma vez que será necessário o deslocamento de equipes volantes até as unidades de saúde para a realização da vacinação. Através do sistema, será possível realizar um censo e definir quantas doses serão necessárias para imunizar esse público.

No ato do cadastro será necessário identificar a qual perfil prioritário o paciente pertence, havendo seis grupos descritos, o último deles, mais recente, é o de deficientes acamados com lesão medular grave acima de 18 anos – idade mínima para vacinação.

No final da página, ao preencher os dados do paciente, é necessário anexar o laudo médico comprovando a lesão. Após a identificação do maior número possível de pacientes, a Sesau irá elaborar um calendário para a vacinação destes.

Jornal Midiamax