Cotidiano

Protesto pede fim de atividades presenciais em Ribas após morte de professora por Covid-19

Presidente do Simted afirma que vários profissionais testaram positivo

Danúbia Burema Publicado em 03/04/2021, às 13h55

None
Professores protestaram nesta manhã. Foto: Divulgação

'Protesto silencioso' foi realizado pelo Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) de Ribas do Rio Pardo, na manhã deste sábado (3), após morte por complicações da Covid-19 de uma professora que lecionava no município. 

O sindicato pede a suspensão das atividades presenciais e afirma que vários profissionais da educação já testaram positivo. Diante da situação, faixa foi colocada na Avenida Aureliano Moura Brandão, a principal da cidade.

Conforme a presidente do Simted, Teresinha Liguizamon, a entidade já havia encaminhado ofício contendo pedido à prefeitura e secretaria de Educação para paralisação das atividades presenciais, mas não recebeu resposta e irá aguardar até segunda-feira (5). 

Moradora de Campo Grande, a professora Cátia Suzuki faleceu na última quinta-feira, por complicações da Covid-19. De acordo com o sindicato, ela lecionava na zona rural de Ribas - onde ficava de segunda a quinta-feira - e outros professores na cidade também testaram positivo.

Jornal Midiamax