Cotidiano

Para conter avanço da Covid-19, cidade de MS proíbe festas de aniversários e casamentos

A prefeitura de Miranda proibiu, através de decreto, qualquer atividade que gere aglomerações como reuniões privadas, aniversários, casamentos e outros. A medida tomada para tentar conter o avanço da Covid-19 na cidade começa a valer a partir desta segunda-feira (8). No texto é ressaltado que um dos motivos para que a medida fosse tomada é […]

Gabriel Neves Publicado em 07/03/2021, às 13h42 - Atualizado às 14h21

Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução/Lápis de noiva)
Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução/Lápis de noiva) - Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução/Lápis de noiva)

A prefeitura de Miranda proibiu, através de decreto, qualquer atividade que gere aglomerações como reuniões privadas, aniversários, casamentos e outros. A medida tomada para tentar conter o avanço da Covid-19 na cidade começa a valer a partir desta segunda-feira (8).

No texto é ressaltado que um dos motivos para que a medida fosse tomada é a incidência de variantes do vírus Sars-CoV-2, com maiores capacidades de transmissão, que já foram encontradas no Brasil.

Na cidade é obrigatório o uso de máscara por todas as pessoas que estiverem fora de sua residência, enquanto perdurar a pandemia do novo coronavírus, conforme publicado no site O Pantaneiro.

Em caso de espaços públicos cabe aos estabelecimentos, inclusive igrejas, exigir que todas as pessoas, incluindo o público em geral, utilizem máscara durante o horário de funcionamento.

O local pode ser multado e em casos de reincidência, o valor da penalidade será dobrado e o estabelecimento comercial será interditado pelo período de três a sete dias.

Jornal Midiamax