Cotidiano

Novo recorde: Com 780 internados, total de pacientes em MS lotaria 10 ônibus

MS bateu mais um recorde na pandemia de coronavírus em internações. A quantidade de internados seria o suficiente para lotar 10 ônibus. 

Mylena Rocha Publicado em 11/03/2021, às 11h41 - Atualizado em 12/03/2021, às 09h44

Foto: Arquivo | Midiamax
Foto: Arquivo | Midiamax - Foto: Arquivo | Midiamax

Mato Grosso do Sul bateu mais um triste recorde na pandemia de coronavírus nesta quinta-feira (11) e chegou à marca de 780 pacientes internados. O recorde até então era de 754, que havia sido registrado no boletim de quarta (10). O ritmo de internações tem seguido assim, com um dia superando o outro e já é a quinta vez que MS bate recordes em ocupação de leitos em menos de uma semana. Só para se ter uma ideia, a quantidade de pacientes internados em MS seria o suficiente para lotar 10 ônibus. 

O Estado tem 780 pacientes internados por coronavírus: 425 estão em leitos clínicos (283 públicos e 142 privados) e 355 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), dos quais 261 estão em leitos públicos e 94 em privados. Porém, é difícil ter dimensão do problema apenas analisando os dados. 

Para conseguir estimar a quantidade de pacientes internados com coronavírus, imagine que todos estão em um ônibus do transporte coletivo. Um ônibus padrão no Brasil tem capacidade para 80 passageiros, sentados e em pé, incluindo área reservada para acomodação de cadeira de rodas ou cão-guia. 

Se pudéssemos acomodar 780 pessoas no transporte coletivo, seria preciso ocupar 10 ônibus lotados. O número assusta e representa a crise na saúde pública causada pelo coronavírus. Já faltam leitos em hospitais, incluindo o HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), que é referência no tratamento da Covid-19 no Estado. Conforme dados do boletim do Hospital Regional, todos os leitos para covid-19 estão ocupados. A taxa de ocupação global dos leitos no HRMS é de 106%.

Recorde atrás de recorde

Mato Grosso do Sul tem batido recordes no número de internações na última semana. Na sexta-feira passada (5), MS chegou ao pico com 712 internados com coronavírus, foi o maior número de internações registradas até então, desde o início da pandemia. Logo na segunda-feira (8), o recorde foi ultrapassado e MS chegou a 724 internações. Na terça (9), MS bateu o recorde novamente e chega ao pico da pandemia com 725 leitos ocupados. 

Na quarta-feira (10), novamente: MS chegou a 754 internações. Nesta quinta-feira (11), Mato Grosso do Sul bateu o recorde de internações pela quinta vez, com 780 internados.

Jornal Midiamax