Cotidiano

MS passa dos 380 mil vacinados contra Covid-19 em menos de três meses

No Estado, mais de 115 mil pessoas já tomaram as duas doses do imunizante

Dândara Genelhú Publicado em 08/04/2021, às 18h41

Aplicação de vacina contra a Covid-19.
Aplicação de vacina contra a Covid-19. - Foto: Arquivo | Midiamax

Nesta quinta-feira (8), Mato Grosso do Sul atingiu a marca de 380.786 imunizados contra a Covid-19 em menos de três meses de campanha. O número é de pessoas que já tomaram pelo menos a primeira dose do Estado.

Assim, no Estado são 115.673 pessoas completamente vacinadas. Ou seja, mais de 115 mil pessoas já tomaram as duas doses das vacinas contra Covid-19 em MS.

Então, o Estado está com 13,55% da população geral imunizada contra a doença. São 4,12% dos sul-mato-grossenses completamente vacinados.

Grupos vacinados

Profissionais de Saúde de MS somam 71.221 vacinados com a primeira dose e 33.824 com a segunda dose. O Estado já vacinou 45.241 idosos a partir de 80 anos de idade e 31.281 desses já receberam o reforço da vacinação.

Então, idosos de 75 a 79 anos somam 41.244 vacinados e 12.076 desses já receberam a segunda dose. De 70 a 74 anos, MS já imunizou 66.061 pessoas, sendo que 7.873 tomaram o reforço.

Entre 65 e 69 anos, a Capital vacinou 61.786 pessoas, e 2.304 receberam a segunda dose até agora. Assim, de 60 a 64 anos, 41.615 foram imunizados e 780 já tomaram o reforço da vacina.

Idosos que vivem em asilos somam 2.447 imunizados e 1.793 deles já foram completamente vacinados. Assim, quilombolas começaram a ser imunizados e 1.515 pessoas deste grupo já receberam a primeira dose, apenas 13 delas já tomaram a segunda também.

Entre os indígenas que vivem em aldeias, 32.998 já estão vacinados e 25.499 já tomaram a segunda dose. PcDs (Pessoas com Deficiência) somam 297 imunizados e nove já tiveram a segunda aplicação também.

Por fim, o Estado já começou a vacinar os profissionais da segurança pública. Então, 7.449 destes servidores tomaram a primeira dose e por ser recente, apenas 20 deles receberam o reforço da vacina.

Jornal Midiamax