Interior de MS mantém maior letalidade da Covid-19 e nova cidade entra no ranking

Interior também concentra as maiores taxas de letalidade do coronavírus em idosos, grupo prioritário na vacinação

Apesar de não concentrar tantas mortes, o interior de mantém os maiores índices de letalidade por coronavírus no Estado. Na última sexta-feira (22), Anastácio entrou para o ranking das dez cidades com maior taxa registrada.

Assim, o município é o 8º da lista e possui 2.8% de letalidade, sendo que foram confirmados 36 mortes, dentre os 1.284 infectados. O levantamento foi realizado pelo Jornal Midiamax com base nos dados publicados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Lembrando que a taxa é calculada em relação aos óbitos e casos confirmados em cada município.

Desde dezembro liderando a lista, Japorã possui letalidade de 6,8% para o coronavírus. Na cidade com apenas 44 casos, três pessoas faleceram devido à doença.

Em Jardim a doença é 4,4% letal, sendo que 27 dos 619 infectados morreram. Em relação ao último levantamento realizado, o município subiu duas posições. Com isso, passou para o segundo lugar da lista.

A terceira colocada é Bela Vista, que mantém posição com os 3,8% de letalidade. Dos 209 casos confirmados na cidade, oito faleceram.

MunicípioÓbitosLetalidadeCasos confirmados
Japorã36.844
Jardim274.4619
Bela Vista83.8209
Rio verde de Mato Grosso243.5687
Anaurilândia43.3122
Terenos163538
Alcinópolis22.871
Anastácio362.81.284
Corumbá2162.87.798
Vicentina92.8321

 

Alta letalidade em idosos

Das dez cidades com maior letalidade por coronavírus em idosos com 60 anos ou mais, sete são do interior de . A cidade com maior taxa é Ponta Porã, com 28,4% de letalidade considerando o grupo – no município a 312 km de Campo Grande, praticamente uma cada três idosos que pegam  morre .

Ponta Porã registrou, ao todo, 193 casos confirmados em idosos até a última sexta-feira (15). Assim, 55 pessoas com 60 anos ou mais faleceram em Ponta Porã devido à doença.

A verificação foi realizada pelo Jornal Midiamax, com base nos microdados disponibilizados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Lembrando que a letalidade é calculada pela divisão do número de óbitos pela quantidade de casos registrados.

Com apenas um óbito registrado nessa faixa etária, Anaurilândia é o segundo município com maior letalidade. Na cidade, a taxa é de 25% e foram confirmados quatro casos de  em idosos. A terceira colocada é Alcinópolis, com 20% de letalidade, 10 casos e duas mortes registradas em pessoas com 60 anos ou mais.

Seguindo ordem decrescente, Paraíso das Águas registrou 19 casos em idosos e desses, nove faleceram. Assim, a taxa de letalidade da cidade é de 15,7%

Interior de MS mantém maior letalidade da Covid-19 e nova cidade entra no ranking
Mais notícias