Cotidiano

Idoso que morreu engasgado era atleta e venceu 1 ª prova de canoagem em Aquidauana

O idoso de 72 anos que morreu ao se engasgar com um pedaço de pão, na terça-feira (9), era conhecido e famoso ter vencido a 1ª Santa Delfina, prova de percussão de canoagem, em 1987, na cidade de Aquidauana, a 147 quilômetros de Campo Grande. Segundo O Pantaneiro, Ubirata Dalmati era figura conhecida no município, […]

Karina Campos Publicado em 11/03/2021, às 07h52

(Foto: Reprodução/O Pantaneiro)
(Foto: Reprodução/O Pantaneiro) - (Foto: Reprodução/O Pantaneiro)

O idoso de 72 anos que morreu ao se engasgar com um pedaço de pão, na terça-feira (9), era conhecido e famoso ter vencido a 1ª Santa Delfina, prova de percussão de canoagem, em 1987, na cidade de Aquidauana, a 147 quilômetros de Campo Grande.

Segundo O Pantaneiro, Ubirata Dalmati era figura conhecida no município, além de ter sido um dos atletas influentes no esporte do interior. Ele também era ciclista, onde sofreu um acidente durante uma trilha, que acabou resultados em sequelas. Há 16 anos ele estava acamado, com frequentes sessões de fisioterapia para melhorar a deglutição, pois tinha dificuldade em se alimentar.

Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a morte do idoso: “Grande homem”, escreveu.

Na manhã de terça-feira, ele acabou se engasgando com um pão. Conforme informações do boletim de ocorrência, a esposa do idoso contou que ele possuía sequelas neurológicas devido a ter sofrido um atropelamento. Segundo ela, o marido costumava se engasgar nas refeições.

Foi o que aconteceu nesta manhã, quando ele fazia a primeira refeição do dia, por volta das 9h.  A esposa chegou a pedir ajuda para os vizinhos e acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Os médicos fizeram manobras para desengasgá-lo, mas sem sucesso.

Jornal Midiamax