Cotidiano

Idosa de Rondônia transferida para MS é vítima do coronavírus em Três Lagoas

Faleceu por complicações do coronavírus na tarde deste sábado (27), a paciente idosa de 67 anos que não conseguiu leito de UTI em Porto Velho

Carlos Yukio Publicado em 27/02/2021, às 18h49

None
Idosa de Rondônia transferida para MS é vítima do coronavírus em Três Lagoas

Faleceu por complicações do coronavírus na tarde deste sábado (27), 11 dias após ser transferida de Rondônia para o Mato Grosso do Sul, a paciente de 67 anos que não conseguiu leito de UTI em Porto Velho. A informação da morte da idosa foi confirmada pela Prefeitura de Três Lagoas.

A internação em UTI de Três Lagoas aconteceu no dia 16 de fevereiro, por volta das 16h com quadro de febre, dispneia, cefaleia e outros sintomas comuns à doença, ela possuía morbidades como insuficiência venosa periférica e obesidade. A ação foi executada através da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) e SES (Secretaria de Estado de Saúde).

A paciente chegou por transporte aéreo contratado pelo Estado de Rondônia no Aeroporto Municipal “Plínio Alarcon” por volta das 15h20 (horário MS), e foi levada pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Hospital Auxiliadora, que possui leitos de UTI Covid-19 públicos à disposição para atendimento da paciente que tem quadro de febre, dispneia, cefaleia e outros sintomas comuns à doença, porém sem morbidades pré-existentes.

Este óbito não é contabilizado no Boletim COVID-19 de Três Lagoas, e sim no de Porto Velho – RO, pois o caso foi tratado no Município, mas a paciente não era residente de Três Lagoas. Campo Grande foi a primeira cidade de MS a receber pacientes de outros estados no Hospital Regional, referência em MS para o tratamento do coronavírus. Ao todo, 13 pacientes de Rondônia foram transferidos para a unidade de saúde.

Jornal Midiamax