Cotidiano

Idosa cai em terminal e pede indenização de R$ 50 mil ao Consórcio Guaicurus

Uma idosa de 75 anos está processando o Consórcio Guaicurus – concessionária que opera o sistema de transporte coletivo de Campo Grande – após tropeçar e se ferir após uma queda no Terminal Nova Bahia. A ação foi protocolada no mês passado na 13ª Vara Cível. A defesa dela pede uma indenização de R$ 50 […]

Adriel Mattos Publicado em 12/03/2021, às 16h33 - Atualizado em 13/03/2021, às 10h43

Terminal Nova Bahia. (Foto: Reprodução, Mapio)
Terminal Nova Bahia. (Foto: Reprodução, Mapio) - Terminal Nova Bahia. (Foto: Reprodução, Mapio)

Uma idosa de 75 anos está processando o Consórcio Guaicurus – concessionária que opera o sistema de transporte coletivo de Campo Grande – após tropeçar e se ferir após uma queda no Terminal Nova Bahia. A ação foi protocolada no mês passado na 13ª Vara Cível.

A defesa dela pede uma indenização de R$ 50 mil por danos morais. Conforme os autos do processo, a aposentada desembarcou de um ônibus, em março de 2020, e se dirigia à outra plataforma para aguardar outra linha quando tropeçou e caiu.

A queda foi ocasionada por um desnível no piso, onde antes havia sido instalado um caixa eletrônico. O local só foi sinalizado após o incidente, que resultou em fraturas no punho e cotovelo esquerdo e três dias de internação na Santa Casa.

A advogada observou que, apesar do fato não ter ocorrido dentro de um ônibus, o contrato de concessão prevê que o Consórcio é responsável pela manutenção dos terminais.

Em despacho, o juiz Alexandre Corrêa Leite determinou que a concessionária seja citada em 15 dias, e no máximo 30 dias por meio de edital, ficando a cargo da Defensoria Pública representá-la após esse prazo. Uma audiência só será realizada após o arrefecimento da pandemia de Covid-19.

Procurado pelo Jornal Midiamax, o Consórcio Guaicurus informou que não comenta ações judiciais em curso.

Jornal Midiamax