Cotidiano

Fronteira da Bolívia com Brasil segue fechada por uma semana para conter Covid-19

Decreto pode ser estendido dependendo do aumento de contágios

Nathália Rabelo Publicado em 04/04/2021, às 09h41

Fronteira entre o Brasil e a Bolívia
Fronteira entre o Brasil e a Bolívia - Foto: iShoot / Agência O Globo

A fronteira da Bolívia com o Brasil, que faz divisa com Corumbá, continua fechada para a entrada de brasileiros desde a meia-noite da última sexta-feira (2). Conforme as informações do governo boliviano, medida segue por sete para conter as variantes do Covid-19 – a P.1 –  uma vez que houve aumento dos casos em território brasileiro.

Na última terça-feira (30), o presidente boliviano já havia dito que a Bolívia aceleraria a vacinação contra o vírus na fronteira com o Brasil, já que a população de municípios fronteiriços é a mais exposta. Já no dia 31 de março, o governante anunciou o fechamento da fronteira através de sua conta oficial do Twitter.

“No marco das medidas de proteção à população, orientamos o fechamento temporário das fronteiras com o Brasil, por sete dias”, comunicou o presidente em seu perfil.

De acordo com as informações do Diário Corumbaense, o trafego de pessoas e veículos fica aberto durantetrês horas por diapara atividades estritamente comerciais para moradores das cidades fronteiriças: Corumbá, Ladário, Puerto Quijarro e Puerto Suárez, únicos autorizados a circularem entre os dois países.

Isso porque moradores bolivianos testaram positivo para a doença e duas pessoas morreram após terem estado em solo brasileiro, no dia 13 de março para uma festa de casamento. Seis pessoas, que também estiveram no evento, contraíram a doença, conforme apontou o Ministério da Saúde da Bolívia. 

Segundo o comandante da polícia boliviana para o site, Franklin Villazon, a abertura nesses sete dias será das 9h às 12h. Apenas transporte de carga e serviços de emergência podem passar livremente. O governo boliviano ainda destacou que o período de fechamento pode se estender dependendo do número de contágio do novo coronavírus. Conforme dados oficiais, a Bolívia já atingiu 274 mil casos e mais de 12 mil mortes pela doença.

Jornal Midiamax