Cotidiano

Festa clandestina é investigada em Dourados e DJs recebem notificação de Promotoria

Festas clandestinas realizadas em Dourados, a 229 km de Campo Grande, viraram alvo de investigação do MPMS.

Dândara Genelhú Publicado em 10/03/2021, às 18h19

Foto: Reprodução/ MPMS.
Foto: Reprodução/ MPMS. - Foto: Reprodução/ MPMS.

Festas clandestinas realizadas em Dourados, a 229 km de Campo Grande, viraram alvo de investigação do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). Assim, a 10º Promotoria de Justiça identificou três DJs que se apresentaram no evento e notificou os participantes para prestar esclarecimentos.

Então, de acordo com despacho assinado pela promotora de Justiça Rosalina Cruz Cavagnolli, as festas aconteceram no final de semana de 6 e 7 de março. Imagens compartilhadas nos stories do Intagram foram utilizadas na investigação. Com a análise, a Promotoria afirmou que “havia intensa aglomeração de pessoas, notadamente público jovem, os quais faziam uso de bebidas (possivelmente alcoólicas) e fumígenos (dispositivos eletrônicos)”.

O local em que a festa aconteceu ainda não foi localizado, pois, os participantes faziam vídeos fechados nas aglomerações e marcaram apenas lugares fictícios, como Hogwarts. Os DJs que tocaram no evento foram identificados por buscas no Instagram. Dois deles fazem parte da mesma produtora.

Assim, a Rosalina lembrou que Mato Grosso do Sul enfrenta um momento crítico em relação ao coronavírus. A festa foi realizada mesmo com o cenário de quase colapso da saúde em Dourados, que registra mais de 90% de lotação de UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) nos últimos dias.

Com isso, ela apontou que é “inquestionável a leviandade, irresponsabilidade, absoluto egoísmo por parte dos locadores e promotores do evento em permitir a presença de aglomeração de pessoas”. Então, a Promotoria pediu a instauração da notícia de fato no MPMS, para que as autoridades investiguem o caso. Por fim, solicitou que os DJs sejam notificados a comparecer na Promotoria de Justiça em 15 de março para prestar esclarecimentos sobre o evento.

Jornal Midiamax