Cotidiano

Errou duas vezes: moradora de Bonito pesca em rio proibido e durante a piracema

Uma mulher, de 36 anos, foi autuada em R$ 2 mil por pesca ilegal no município de Bonito. Além do período de piracema que veta a pesca, a mulher estava pescando no rio Mimoso, onde a captura de peixes é proibida em qualquer período do ano. A PMA (Polícia Militar Ambiental) realizou o flagrante durante […]

Ranziel Oliveira Publicado em 24/02/2021, às 17h17 - Atualizado às 18h09

Itens apreendidos (Foto: Divulgação / PMA)
Itens apreendidos (Foto: Divulgação / PMA) - Itens apreendidos (Foto: Divulgação / PMA)

Uma mulher, de 36 anos, foi autuada em R$ 2 mil por pesca ilegal no município de Bonito. Além do período de piracema que veta a pesca, a mulher estava pescando no rio Mimoso, onde a captura de peixes é proibida em qualquer período do ano.

A PMA (Polícia Militar Ambiental) realizou o flagrante durante a operação piracema, nos rios da cidade. A pescadora tinha iniciado a pescaria ilegal e havia capturado apenas um exemplar de peixe, da espécie piau-três-pintas. O peixe, uma vara de pescar e linhada foram apreendidos.

A infratora, moradora de Bonito, recebeu voz de prisão e foi conduzida para a delegacia da Polícia Civil da cidade, onde foi autuada em flagrante e responderá por crime ambiental de pesca predatória, com pena prevista de um a três anos de detenção. Ela também foi autuada e multada administrativamente em R$ 2.020,00.

Jornal Midiamax