Enviadas por barco, doses da Coronavac chegam a aldeia do Pantanal

Aldeia Uberaba recebeu 89 doses da vacina contra o coronavírus

Para imunizar indígenas da aldeia Uberaba, localizada no Alto Pantanal, doses da Coronavac foram enviadas por meio de barco. A população faz parte do grupo de risco para a doença e integra a lista de pessoas prioritárias na vacinação.

A aldeia é lar de 35 famílias da etnia Guató, totalizando 200 moradores. Entretanto, apenas 89 doses foram enviadas para a região. Ela fica localizada na ilha Ínsua, a cerca de 330 km de Corumbá, próxima da divisa com Mato Grosso. O acesso é feito somente por via aérea ou fluvial.

Assim, as doses foram distribuídas pela Prefeitura de Corumbá, na última sexta-feira (22). O envio foi realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, em lancha rápida de motor 150 HP, com apoio da ( Ambiental).

Foram aproximadamente 6h de viagem até a aldeia. Participaram da ação duas vacinadoras e um dentista da Sesai (Secretaria Especial de Saúde ).

em Corumbá

Na primeira fase de vacinação, Corumbá recebeu 2.768 doses repassadas pelo Ministério da Saúde ao . Dessas, serão 1.141 serão utilizadas para imunizar profissionais da saúde. Outros que devem receber a vacina são: 34 servidores que atuam nas salas de vacina, 15 trabalhadores do Asilo São José e 90 idosos que vivem no local.

Enviadas por barco, doses da Coronavac chegam a aldeia do Pantanal
Mais notícias