Empresário de Coxim é multado em R$ 10 mil por voltar a construir na beira do rio

Construção degrada a mata ciliar e infrator já havia sido notificado e multado antes.

A policia Militar Ambiental de Coxim, município distante 253 quilômetros de Campo Grande, autuou um empresário em R$ 10 mil, por voltar a construir um barracão em área proibida no próximo ao rio Coxim. O infrator já havia sido notificado e a construção embargada no ano passado.

Em meio a uma fiscalização no rio Coxim, na região do bairro , no dia 2 de julho de 2020, os policiais militares ambientais localizaram uma obra de fundação para construção de um barracão, o que estava degradando a mata ciliar do rio, que é de preservação permanente.

Naquela época, o proprietário do local, de 60 anos, recebeu uma multa no valor de R$ 5 mil e responde por crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de detenção. Como de costume, o infrator precisa apresentar junto ao órgão ambiental estadual, um plano de recuperação da área degradada e alterada.

No entanto, neste sábado (23), uma equipe passou pelo local e ao invés de um plano de recuperação, as obras haviam sido retomadas. Quando os policiais chegaram, havia até pedreiros no local e a construção estava muito maior do que a primeira vez, inclusive, com partes em alvenaria.

Por conta disso, o empresário foi autuado novamente por descumprimento de embargo e foi multado em R$ 10 mil e as obras foram paralisadas mais uma vez.

Empresário de Coxim é multado em R$ 10 mil por voltar a construir na beira do rio
Mais notícias