Cotidiano

Em carreata, familiares e amigos se despedem de Jorge, caminhoneiro vítima de Covid-19

Caminhoneiro há 25 anos ficou internado por 10 dias em

Karina Campos Publicado em 06/04/2021, às 11h43 - Atualizado às 13h54

Carreta passou por ruas da Capital.
Carreta passou por ruas da Capital. - (Foto: Leitor Midiamax)

Amigos e familiares de Jorge Dilson Dias Pereira, de 45 anos, se despediram do caminhoneiro que foi vítima da Covid-19. Nesta terça-feira (6), homenagearam o trabalhador com uma carreata pela Avenida Thyrson de Almeida, em Campo Grande.

Segundo a esposa, Vanessa Vasco Freire, o marido passou apresentar sintomas da doença no dia 19 de março e precisou ser internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Catalão (GO), mas após 10 dias de internação, não resistiu as complicações e faleceu na segunda-feira (5).

"[...] dia 24 passou por atendimento na UPA Cidade Industrial mas somente prescreveram dexametasona e Dipirona. Quinta e sexta foi tendo pioras e no dia 27 de março, sábado de manhã, deu entrada no Hospital de Campanha de Catalão, saturando oxigenação 48%, foi direto para sala de emergência foi entubado às 22h da noite saturando 15%", disse ela ao Jornal Midiamax.

“Fizemos essa homenagem a ela, que foi caminhoneiro por 25 anos. Ele ficou internado em estado grave na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas faleceu”, disse.

O cortejo foi feito por ruas e avenidas da cidade, até o local do sepultamento, no cemitério Jardim da Paz.

*Matéria alterada às 13h54 para correção e acréscimo de informações.

Jornal Midiamax