Cotidiano

Depois de duas semanas de fechamento, clientes enfrentam horas na fila de lotéricas e bancos

Decretos proibiam abertura de lotéricas e atendimento a público em agências bancárias

Fábio Oruê Publicado em 05/04/2021, às 15h19

Na foto, fila em um banco (à esquerda) e em uma lotérica (à direita)
Na foto, fila em um banco (à esquerda) e em uma lotérica (à direita) - Foto: Leitor, Jornal Midiamax

Quem saiu em busca de serviços em lotéricas e agências bancárias nesta segunda-feira (5), em Campo Grande, enfrentou algumas horas nas filas que se formaram nos locais. Esses estabelecimentos estavam impedidos de fazer atendimentos ao público durante a semana 'fecha tudo' na Capital e no decreto restritivo do governo do Estado, ou seja, duas semanas sem poder atender a população. 

Segundo leitor, que procurou uma lotérica no Bairro Nova Lima, na manhã de hoje, a espera pelo atendimento chegava a mais de 2h30. "Tem cerca de 100 pessoas separadas em duas filas [normal e preferencial", disse ele ao Jornal Midiamax

O mesmo aconteceu com o outro leitor, que foi até um banco no Bairro Santa Fé."Super lotado; 2h na fila para entrar na agência e mais 1h dentro. Não tem bancos, nem fila preferencial. O povo está todo aglomerado", descreveu. "Cheguei 11h e até agora [14h15] nem sai daqui. Só vim buscar um cartão que deixaram de entregar desde dezembro", desabafou. 

Com os serviços parados por duas semanas, as pessoas tiveram que adiar a resolução de problemas, como o pagamento de contas nas lotéricas. 

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax