Cotidiano

Covid-19: Prefeitura de Jaraguari prorroga suspensão de eventos e reforça medidas de restrição

O prefeito de Jaraguari, Edson Nogueira (PSDB), prorrogou até 31 de março a suspensão de eventos na cidade no centro-norte de Mato Grosso do Sul com mais de 30 pessoas. Estas e outras medidas constam em decreto publicado na edição desta segunda-feira (1º) do Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do […]

Adriel Mattos Publicado em 01/03/2021, às 15h31 - Atualizado às 15h44

Cidade de Jaraguari. (Divulgação/Prefeitura de Jaraguari)
Cidade de Jaraguari. (Divulgação/Prefeitura de Jaraguari) - Cidade de Jaraguari. (Divulgação/Prefeitura de Jaraguari)

O prefeito de Jaraguari, Edson Nogueira (PSDB), prorrogou até 31 de março a suspensão de eventos na cidade no centro-norte de Mato Grosso do Sul com mais de 30 pessoas. Estas e outras medidas constam em decreto publicado na edição desta segunda-feira (1º) do Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul).

As restrições continuam sendo motivadas pela pandemia de Covid-19. Permanece o toque de recolher das 23h às 5h, sendo autorizados apenas serviços essenciais operando neste período.

Durante o toque de recolher, supermercados, lanchonetes e restaurantes podem trabalhar com sistema delivery. No restante do dia, estes estabelecimentos deverão limitar o atendimento a 30 pessoas por vez.

Segue obrigatório o uso de máscara nas vias públicas e espaços privados e públicos. Órgãos públicos devem atender o público respeitando o distanciamento de 1,5m. O atendimento pode ser feito por telefone ou e-mail.

Servidores públicos do grupo de risco permanecem trabalhando em casa. Eventos com menos de 30 pessoas também devem seguir as normas de distanciamento social e uso de máscara.

Hotéis devem informar à Secretaria Municipal de Saúde a relação de hóspedes que entram e saem diariamente, principalmente os estrangeiros. A prefeitura recomenda ainda a todos os comerciantes que façam higienização periódica de seus estabelecimentos, mantenham ambientes ventilados, garantir o distanciamento em filas e mesas e proíbam contato físico entre pessoas.

Os órgãos de fiscalização municipais vão garantir o cumprimento dos termos do decreto. A violação de qualquer dispositivo pode causar do fechamento temporário por três dias do estabelecimento à responsabilização na Justiça.

Segundo a SES (Secretaria de Estado de Saúde), a cidade tem 124 confirmados da doença causada pelo novo coronavírus e duas mortes. Não há leitos hospitalares disponíveis, e pacientes normalmente são transferidos para Campo Grande.

Jornal Midiamax