Cotidiano

Covid-19: Em três dias, duas cidades de MS já aplicaram todas as doses do novo lote

Em praticamente três dias, duas cidades de Mato Grosso do Sul aplicaram todas as doses das vacinas contra a Covid-19 recebidas.

Dândara Genelhú Publicado em 01/03/2021, às 17h39

Vista aérea de Chapadão do Sul, cidade com segunda maior incidência de coronavírus no MS. (Foto: Divulgação)
Vista aérea de Chapadão do Sul, cidade com segunda maior incidência de coronavírus no MS. (Foto: Divulgação) - Vista aérea de Chapadão do Sul, cidade com segunda maior incidência de coronavírus no MS. (Foto: Divulgação)

Em praticamente três dias, duas cidades de Mato Grosso do Sul aplicaram todas as doses das vacinas contra a Covid-19 recebidas. Assim, Paraíso das Águas e Chapadão do Sul saíram na frente na imunização contra a doença, que já matou 3.330 pessoas em todo o Estado.

As duas cidades não estavam entre as três que haviam aplicado todas as doses antes da entrega do quinto lote de vacinas, enviado pelo Ministério da Saúde. Com a chegada das vacinas em 24 de fevereiro, no dia 26 a SES (Secretaria de Estado de Saúde) distribuiu as doses por MS.

Então, Paraíso das Águas possui 104% de doses aplicadas. Foram recebidas 248 unidades e segundo os microdados da SES, 258 foram utilizadas. Assim, a cidade recebeu 184 vacinas para primeira aplicação e 64 para a segunda.

Já em Chapadão do Sul, são 102% de vacinas aplicadas. Sendo que o município recebeu 986 doses e aplicou 1.010. Com isso, foram enviadas 710 doses da primeira aplicação e 276 da segunda, para a cidade.

Os dados são referentes ao levantamento atualizado na tarde desta segunda-feira (1º). Além das duas cidades, existe um município que está prestes a entrar para o grupo de total aplicação. Caracol, que já havia aplicado todas as doses até a chegada do quinto lote, está com 99% das unidades aplicadas.

Por fim, vale lembrar que os números de aplicações ultrapassam o valor de doses recebidas possivelmente por erros técnicos. De acordo com a SES, “o sistema é alimentado pelos municípios e pode haver duplicidade de informações. Por esta razão, diariamente, todas as informações são checadas pela equipe técnica da SES”.

Jornal Midiamax