Cotidiano

Conhecida pelo jeito alegre, médica pediatra do HRMS morre com coronavírus

A médica pediatra do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), Aby Jaine da Cruz Montes Moura morreu, nesta quinta-feira (4), em decorrência da Covid-19, o novo coronavírus. Em nota de pesar, o hospital lamentou a morte da servidora, que também era professora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.  “A equipe […]

Karina Campos Publicado em 04/03/2021, às 10h12 - Atualizado às 10h22

Mães que receberam atendimento da profissional prestaram homenagem. (Foto: Reprodução/Facebook)
Mães que receberam atendimento da profissional prestaram homenagem. (Foto: Reprodução/Facebook) - Mães que receberam atendimento da profissional prestaram homenagem. (Foto: Reprodução/Facebook)

A médica pediatra do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), Aby Jaine da Cruz Montes Moura morreu, nesta quinta-feira (4), em decorrência da Covid-19, o novo coronavírus.

Em nota de pesar, o hospital lamentou a morte da servidora, que também era professora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.  “A equipe do HRMS, com profundo pesar, se solidariza com familiares, amigos, alunos e pacientes, da Dra que era neonatologista, preceptora, mãe, amiga, colega, sempre esteve disponível à medicina em todos os sentidos e foi uma pessoa importante à formação, não só de pediatras em MS, mas também, de médicos egressos da UFMS”, comunica.

Nas redes sociais, colegas de trabalho homenagearam a profissional: “Sua alegria e dedicação estarão perpetuados aqui”, escreveu amigos. Até mesmo mães que tiveram o atendimento da pediatra prestaram luto. “Se eu perguntar para qualquer mamãe da UTI que conviveu com ela, terá uma história para contar das palhaçadas dela, dos apelidos que ela criava para os bebês, da forma tranquila e leve” escreveu.

O Estado já soma 22 mortes de profissionais da saúde, desde o início da pandemia. No dia 10 de janeiro, o médico Robson Yutaka Fukuda, que atuava na linha de frente de combate à doença, no HRMS, também morreu com Covid-19. O profissional atuava na saúde há 22 anos.

Jornal Midiamax