Cotidiano

Com salários atrasados, enfermagem pode entrar em greve na Santa Casa de Corumbá

A equipe de enfermagem da Santa Casa de Corumbá pode deflagrar greve ainda nesta quinta-feira (11). Os trabalhadores estão reunidos em frente ao hospital aguardando posicionamento sobre o atraso do salário de fevereiro. “Se não tivermos resposta, faremos assembleia ao meio-dia para iniciar o movimento de greve”, afirmou o presidente do Siems (Sindicato dos Trabalhadores […]

Gabriel Maymone Publicado em 11/03/2021, às 09h00 - Atualizado às 11h20

Enfermeiros e técnicos de enfermagem protestam em frente à Santa Casa de Corumbá. (Foto: Divulgação)
Enfermeiros e técnicos de enfermagem protestam em frente à Santa Casa de Corumbá. (Foto: Divulgação) - Enfermeiros e técnicos de enfermagem protestam em frente à Santa Casa de Corumbá. (Foto: Divulgação)

A equipe de enfermagem da Santa Casa de Corumbá pode deflagrar greve ainda nesta quinta-feira (11). Os trabalhadores estão reunidos em frente ao hospital aguardando posicionamento sobre o atraso do salário de fevereiro.

“Se não tivermos resposta, faremos assembleia ao meio-dia para iniciar o movimento de greve”, afirmou o presidente do Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), Lázaro Santana.

Conforme o sindicalista, as informações são de que o município não teria efetuado o repasse, mas o hospital não apresentou uma justificativa até o momento.

O indicativo de greve ocorre no momento mais grave da pandemia em Mato Grosso do Sul, que está com maior número de internados por Covid-19. “Estamos num momento delicado da pandemia, mas sem salário é impossível”, declarou o presidente do Siems.

Em nota, a prefeitura de Corumbá negou que esteja com repasse atrasado. Confira na íntegra:

Desde a intervenção determinada pelo Ministério Público Estadual em 2010, a Santa Casa de Corumbá é mantida e gerida por uma gestão tripartite: Prefeitura de Corumbá, Governo do Estado e Governo Federal (SUS).
Da Prefeitura de Corumbá, o atual repasse mensal contratualizado com a instituição é de R$ 513.523,00 (quinhentos e treze mil, quinhentos e vinte e três reais). Além desse valor, a Prefeitura de Corumbá já destinou R$ 2,7 milhões (dois milhões e setecentos mil reais) em recursos próprios do Município só entre janeiro e março de 2021.
Esse recurso foi usado para cobrir o déficit em decorrência das ações relacionadas à pandemia da Covid-19 e assegurar o atendimento, insumos e remédios necessários para a população, lembrando que a Santa Casa é o único hospital público da região e responsável pelo atendimento de corumbaenses, ladarenses e dos bolivianos da faixa de fronteira.
A Prefeitura também verifica a viabilidade jurídica de destinar, ainda nesta semana, mais R$ 1 milhão (um milhão de reais) em recursos próprios do Executivo. Esse dinheiro será usado para auxiliar no pagamento dos salários dos trabalhadores do local. Desde 2017, a Prefeitura de Corumbá nunca atrasou o repasse da contratualização com o hospital e, sempre que há possibilidade técnica e jurídica, até antecipa esse pagamento.
Só neste ano, o Governo do Estado repassou 657.764 (seiscentos e cinquenta e sete mil, setecentos e sessenta e quatro reais) e a União R$ 2.167.889,82 (dois milhões, cento e sessenta e sete mil, oitocentos e oitenta e nove reais e oitenta e dois centavos) para a Santa Casa de Corumbá“.

*Editada às 11h20 para acréscimo de informações

Jornal Midiamax