Cotidiano

Com rifles de caça, homens são preços por abater cinco animais em extinção em MS

Homens foram multados em R$ 28,5 mil

Karina Campos Publicado em 01/04/2021, às 08h03

Carnes e armas foram encontradas no local.
Carnes e armas foram encontradas no local. - (Foto: Divulgação/PMA)

Dois homens foram presos e multados, nesta quarta-feira (31), por caça de animais silvestres e em extinção, em uma fazenda de Bonito, a 296 quilômetros de Campo Grande. Cerca de 52 kg de carne dos bichos foram apreendidas.

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), após denúncias, dois homens, que prestavam serviços há 30 dias para o fazendeiro, encontraram a caça armazenada. Eles abateram um cateto, cutia, tatu-galinha. Após atirar nos animais, eles os cortaram em pedaços,

O empreiteiro assumiu ter caçado os animais e apresentou um rifle calibre 22 e munições do mesmo calibre. Em um trailer, onde outro empreiteiro, de 20 anos, estava hospedado foi encontrado outro rifle calibre 22. Ele assumiu ser proprietário da arma, porém, não disse que não participou da caça. As armas e munições não possuíam documentação e foram apreendidas, juntamente com a carne e animais abatidos e o freezer.

Os homens, moradores de Chapecó, em Santa Catarina, foram levados para delegacia e autuados por crime ambiental.

Jornal Midiamax