Cotidiano

Com o 4º maior número de casos de Covid-19, Três Lagoas faz apelo para uso de máscaras

Com a quarta maior concentração de casos de Covid-19 em MS, a população de Três Lagoas recebeu alerta para uso de máscaras.

Dândara Genelhú Publicado em 26/02/2021, às 16h44 - Atualizado às 16h48

Foto: Arquivo Midiamax.
Foto: Arquivo Midiamax. - Foto: Arquivo Midiamax.

Mesmo com a quarta maior concentração de casos de Covid-19 em Mato Grosso do Sul, a população de Três Lagoas continua desconsiderando as medidas de biossegurança. A situação foi revelada pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), que publicou um alerta para os moradores utilizarem máscaras e evitarem aglomerações na cidade, a 326 km de Campo Grande.

Além disto, o MPF (Ministério Público Federal) e o MTE (Ministério Público do Trabalho) assinaram o aviso, publicado nesta sexta-feira (26). De acordo com o boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde), são 6.411 casos confirmados até esta sexta-feira (26) em Três Lagoas.

No documento, os promotores destacam que “quase 1 mil casos foram registrados entre o fim de janeiro e começo de fevereiro, ou seja, praticamente um sexto dos casos em apenas um mês”. São 78 mortes causadas por coronavírus confirmadas no município.

Então, os ministérios lembram que 95% dos leitos da cidade estão ocupados. “Dos 20 leitos disponíveis, 19 estão ocupados”. Segundo o documento, a situação é reflexo do “relaxamento da população em geral, quanto ao uso correto de máscaras, das aglomerações em locais públicos e privados”. Assim, foram destacadas as irregularidades comprovadas no Carnaval, que “certamente irá contribuir para o aumento ainda mais acelerado dos casos nas próximas semanas”.

Necessidade de prevenção

Assim, os jovens foram apontados como parcela da população que desrespeita as normas de biossegurança e contenção do coronavírus. “Se contaminam nas ruas, levam o vírus para suas casas e transmitem para os demais familiares”, descreve o alerta.

Então, os promotores afirmaram que apenas as medidas tomadas pelas autoridades não são capazes de frear o avanço da pandemia no município. Diante do alerta de que o cenário de Três Lagoas é “o mais grave desde o começo da pandemia”, foi pedido que a população respeite as formas de prevenção.

“Não podemos aglomerar em nenhum lugar, sejam locais públicos, seja nas residências ou em ranchos! Evite ao máximo sair de casa, e se precisar, use máscara. Mantenha distância segura de outras pessoas e aumente as medidas de higiene. Não faça qualquer tipo de aglomeração, mesmo em casa com familiares e vizinhos!”.

Jornal Midiamax