Cotidiano

Com novo lote, MS tem 40% de vacinas contra Covid-19 disponíveis para aplicação

MS possui 39,77% de vacinas disponíveis para serem aplicadas. Ou seja, 60,23% já foram utilizadas nos grupos prioritários.

Dândara Genelhú Publicado em 26/02/2021, às 18h34

(Foto: Leonardo de França, Midiamax)
(Foto: Leonardo de França, Midiamax) - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

Com o quinto lote de vacinas contra Covid-19, Mato Grosso do Sul já recebeu 258.644 doses de imunizantes enviados pelo Ministério da Saúde. Assim, o Estado possui 39,77% de unidades disponíveis para serem aplicadas. Ou seja, 60,23% já foram utilizadas nos grupos prioritários.

O último lote de vacinas foi composto por 22.500 doses da Astrazeneca, produzida pela Universidade de Oxford e Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e 13.200 da Coronavac, do Instituto Butantan com o laboratório Sinovac. Então, somadas aos imunizantes já recebidos anteriormente, são 258,6 mil unidades no Estado.

Destes, 155.786 foram aplicados no público-alvo na Fase 1 da campanha de imunização contra o coronavírus. De acordo com os microdados, divulgados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), 108.773 pessoas foram vacinadas em MS. Este é o número de primeiras doses aplicadas no Estado.

Assim, 47.013 dessas pessoas já receberam a segunda dose da vacina. Ou seja, mais de 47 mil sul-mato-grossenses estão com imunização completa para o coronavírus.

Meta de vacinação em MS

São considerados como meta na primeira fase da campanha 207.675 pessoas. Assim, 50.246 trabalhadores da Saúde já foram vacinados e 24.147 receberam o reforço da vacina. Nos idosos com 80 anos ou mais foram aplicadas 27.508 primeiras doses e 2.849 segundas.

Até o final desta sexta-feira (26), 28.814 indígenas que vivem em aldeias foram vacinados. Destes, 18.743 receberam a segunda dose do imunizante. Em MS, 2.026 idosos que moram em asilos receberam a vacina e 1.208 já tomaram o reforço.

Por fim, 129 PcDs (Pessoas com Deficiência) institucionalizadas foram vacinadas, sendo que 56 já estão com a imunização completa. Além disto, o Estado incluiu idosos de 75 a 79 anos nos dados, que começaram a ser vacinados com a nova leva de doses. Assim, apenas 50 estão imunizados até o momento.

Jornal Midiamax