Cotidiano

Com mais de 660 pessoas abordadas, duas festas são encerradas após toque de recolher

No último sábado (6), 669 pessoas foram abordadas após o toque de recolher, pelas equipes da GCM (Guarda Civil Metropolitana) em Campo Grande

Dândara Genelhú Publicado em 07/03/2021, às 10h14 - Atualizado às 10h19

Foto: Reprodução/ GCM.
Foto: Reprodução/ GCM. - Foto: Reprodução/ GCM.

No último sábado (6), 669 pessoas foram abordadas após o toque de recolher, pelas equipes da GCM (Guarda Civil Metropolitana) em Campo Grande. Assim, duas festas foram encerradas pelas autoridades por causarem aglomeração e desrespeitarem os decretos municipais.

Os 59 guardas municipais, divididos em equipes, fizeram ronda de fiscalização na região do Anhanduizinho, Segredo, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa e Prosa. A GCM realiza a operação toque de recolher até às 5h da manhã do dia seguinte, no caso, deste domingo (7).

As pessoas abordadas foram orientadas a retornar para as próprias casas e permanecerem até o horário estipulado por decreto. Em Campo Grande, ainda está em vigor o toque de recolher entre às 23h e 5h do dia seguinte e proíbe aglomerações.

Além disto, 34 estabelecimentos foram fiscalizados pelas equipes. Uma das festas encerradas pela GCM tinha mais de 300 pessoas aglomeradas, sem uso de máscara.

Jornal Midiamax