Cotidiano

Com baixo estoque de sangue e médico afastado por Covid-19, Santa Casa remaneja pacientes

A Santa Casa de Campo novamente passa por dificuldade nos atendimentos. Pacientes estão sendo remanejados para outras unidades, após um médico, de 75 anos, ser afastado por contrair Covid-19. A filha de um dos pacientes, de 52 anos, conta que o pai está internado há 15 dias no hospital. Inicialmente foram informados de que não […]

Karina Campos Publicado em 25/02/2021, às 16h54 - Atualizado em 26/02/2021, às 08h48

(Foto: Divulgação/Santa Casa)
(Foto: Divulgação/Santa Casa) - (Foto: Divulgação/Santa Casa)

A Santa Casa de Campo novamente passa por dificuldade nos atendimentos. Pacientes estão sendo remanejados para outras unidades, após um médico, de 75 anos, ser afastado por contrair Covid-19.

A filha de um dos pacientes, de 52 anos, conta que o pai está internado há 15 dias no hospital. Inicialmente foram informados de que não havia materiais para medir a glicemia do paciente. Uma cirurgia de ponto de safena foi agendada para terça-feira (23), porém, sem profissional, foi reagendada para hoje (25), mas logo foram noticiados de que não haviam profissionais disponíveis para o procedimento.

“Uma hora eles fala que não tem materiais, outra que o HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) não tem instrumentistas. Só para meu pai, consegui 17 doares de sangue”, reclama.

Em nota, a Santa Casa informou que com o médico responsável doente, parte dos pacientes foram transferidos para outro médico que fará o procedimento, o que deve acontecer na próxima semana.

“Nos últimos dias, o hospital está com uma baixa nos estoques de sangue enviados pelo Hemosul. Esse perfil de paciente exige uma reserva de bolsas muito importante. Sem essa garantia os procedimentos não podem ser realizados e foi o que aconteceu neste caso”, comunica.

Jornal Midiamax