Cotidiano

Com acesso fechado, moradores reclamam de ficar ‘ilhados’ há 7 dias em Campo Grande

Fazendeiros de propriedades rurais e moradores reclamam de ter o acesso bloqueado, sobre a ponte do Rio Anhanduizinho, na BR-040, em Campo Grande. O local serve de acesso aos locais vizinhos, com as porteiras fechadas com cadeados, moradores relatam estar presos e ilhados sem conseguir sair. Cerca de 5 proprietários rurais procuraram 4ª Delegacia de […]

Karina Campos Publicado em 01/03/2021, às 11h12 - Atualizado em 02/03/2021, às 09h11

Porteira fechada com corrente e cadeado. (Foto: Leitor Midiamax)
Porteira fechada com corrente e cadeado. (Foto: Leitor Midiamax) - Porteira fechada com corrente e cadeado. (Foto: Leitor Midiamax)

Fazendeiros de propriedades rurais e moradores reclamam de ter o acesso bloqueado, sobre a ponte do Rio Anhanduizinho, na BR-040, em Campo Grande. O local serve de acesso aos locais vizinhos, com as porteiras fechadas com cadeados, moradores relatam estar presos e ilhados sem conseguir sair.

Cerca de 5 proprietários rurais procuraram 4ª Delegacia de Polícia Civil, informando que não há como entrar ou sair, em vista de que a ponte é o único local que possibilita a passagem. No boletim de ocorrência, moradores alegam que o local pertence a um político.

“Eu tenho um filho de necessidade especial e não consigo chegar até ele. A população está ilhada. Estamos tomando todas as medidas cabíveis. Ele não pode proibir a entrada de moradores”, disse Valdinei Custódio Vanderlei.

Outra vizinha, Genici Gomes do Nascimemto, conta que vizinhos estão preocupados, pois precisam ir ao médico e comprar medicamentos.

“Eu tenho uma chácara na Fazenda Laranjais, e tenho muitos animais lá, inclusive cadeirantes, idosos. Eu coloco comida para meus animais todo sábado, e neste (27), acabou tudo, eles estão sem água e sem comida. Não consigo nem pedir para meus vizinhos irem até lá porque possuem necessidades especiais físicas”, relata.

Ainda no local, sem acesso, João Lemes, menciona de estar preso sem conseguir sair da fazenda desde o bloqueio. “Moro aqui há 7 anos, nunca aconteceu uma coisa dessas. Estou preso aqui sem poder sair”, reclama.

Nas imagens enviadas pelo canal de leitor Midiamax, no WhatsApp, as porteiras continuam fechadas com cadeados e correntes.

A reportagem entrou entrar em contato com o produtor e dono do local, mas não obteve retorno até a publicação deste material.

Confira o vídeo:

Jornal Midiamax