Com 140 famílias abrigadas após chuva, Corumbá deve decretar estado de emergência

Previsto para chover 145mm o mês de janeiro todo, somente em 24h a cidade registrou acumulado de 187mm

Após chuva que superou volume histórico, Corumbá, a 440 km de Campo Grande, deve decretar estado de emergência após 140 famílias serem abrigadas após temporal. Previsto para chover 145mm o mês de janeiro todo, somente em 24h a cidade registrou acumulado de 187mm.

Conforme o coordenador da  do município, Isaque do Nascimento, os trabalhos acontecem desde a noite desta terça-feira (12) muitas famílias que foram abrigadas vivem em áreas mais baixas em relação à via pública. Como o volume de chuva foi acima do esperado e também os bueiros e galerias não suportaram a quantidade de água, a chuva “correu” para a via.

“Estamos estabelecendo estratégias desde as primeiras horas. Montamos um posto de comando em uma escola municipal para providenciar uma logística. No momento estamos com equipes da Defesa Civil, Assistência Social e Guarda Municipal percorrendo casas de famílias que foram atingidas diretamente ou indiretamente pela chuva”, disse à reportagem.

Um abrigo foi montado no ginásio poliesportivo da cidade e também haverá espaço em uma casa de acolhimento para as famílias que ficaram desalojadas. As equipes estão percorrendo os bairros mais afetados e verificando as necessidades dos moradores.

“Fazemos um diagnóstico para detectar as necessidades daquela pessoa. Avaliamos do que ela precisa e estamos providenciando junto ao Município”, disse Isaque. Dentre os materiais necessitados estão desde lona, colchões e cestas-básicas.

Conforme o coordenador da Defesa Civil da cidade, o decreto, que deve ser publicado nesta quinta-feira (14), deverá flexibilizar as aquisições desses materiais. “Dentro desse raio-x que estamos fazendo, vamos ver a necessidade de acionar o Governo Estadual ou se necessário, pedir ajuda ao Governo Federal”, pontuou.

Com 140 famílias abrigadas após chuva, Corumbá deve decretar estado de emergência
Mais notícias