Cerca de 69 profissionais da saúde devem ser vacinados contra coronavírus em Bodoquena

Primeira fase da vacinação começa nesta quarta-feira

A prefeitura de Bodoquena, a 265 quilômetros de Campo Grande, divulgou, nesta terça-feira (19), que deve vacinar cerca de 69 profissionais da saúde na primeira fase de imunização contra a Covid-19, o novo coronavírus.

O prefeito Kazu Horii () realizou uma reunião com a equipe da Secretaria de Saúde para determinar o cronograma de vacinação no município, que deve começar na quarta-feira (20). Não foi divulgado o número de doses que a cidade recebeu do , distribuídas pela SES (Secretaria Estadual de Saúde).

“Estamos felizes de iniciar essa etapa. Ainda as doses sejam limitadas já farão muita diferença para o combate no município. Parabéns à ciência e aos profissionais que tanto se esforçaram para que pudéssemos chegar até aqui”, disse o Kazu.

A coordenadora da Atenção Básica do Município, July Anne Benevides, explicou que a ampliação das doses deve seguir o planejamento da União e da SES, a ampliação da cobertura de vacinação será gradativa conforme disponibilidade das doses.

Os profissionais imunizados estão atuando na linha de frente de combate a doença desde o início da pandemia. “A prioridade será dada para aqueles que trabalham diretamente com pacientes infectados ou suspeitos. É importante manter a calma, pois todos os profissionais da saúde e grupos prioritários serão comtemplados com a vacinação”, disse.

A primeira remessa da , produzida no Instituto Butantan em parceria com a chinesa SinoVac, chegou na tarde de segunda-feira (18), na  da Capital. Por volta das 19h40, o primeiro carregamento de vacinas saiu do Ceve às 19h40 para a . Às 2h36 as doses foram distribuídas para Bonito e Bodoquena. Às 2h54 saíram as vacinas de Maracaju, Ponta Porã, Antônio João e Aral Moreira.

O Estado recebeu 158.760 doses que foram divididas conforme a população prioritária

Cerca de 69 profissionais da saúde devem ser vacinados contra coronavírus em Bodoquena
Mais notícias