‘Corrente do bem’ surpreende casal que viu sonho do casamento e moradia incendiado

Carrinho de cachorro-quente foi destruído pelas chamas no segundo dia de trabalho deles

Esta quinta-feira (7) seria o segundo dia de trabalho e o início de um projeto de meses para que José dos Santos, 38 anos, e Kamila Arruda, 32 anos, pudessem realizar o sonho de se casarem e construírem sua casa própria. Sonho que foi levado pelas chamas, após o carrinho de cachorro-quente pegar fogo. Corrente de solidariedade se formou após publicação do incidente nas redes sociais e agora os dois têm na ajuda do próximo uma esperança para recomeçar.

“Eu e minha namorada queremos casar, então já tínhamos a ideia de fazer algo para ter uma renda extra, então quando perdi meu emprego em dezembro, peguei o dinheiro do acerto para comprar o carrinho, seria uma renda extra, mas acabou se tornando a renda principal”, contou José.

Principal meio de renda do casal, que durou apenas um dia. “Eu estava preparando o carrinho para começar a vender, quando o carrinho começou a pegar fogo, eu acho que aqueceu demais e o plástico do envelopado acabou iniciando o incêndio”.

Ajuda chegou rápido e o sonho continua

Ao ver sua única fonte de renda ser destruída, junto com o sonho de começar a juntar dinheiro para casar com sua namorada e o investimento de R$ 2 mil ser queimado, José não imaginava que a ajuda das pessoas pudesse fazer com que ele superasse a situação em menos de 24 horas.

Logo após o incêndio, um rapaz passava pelo local, viu a situação e resolveu relatar tudo na internet com uma postagem no Facebook, que repercutiu de uma forma que nem mesmo José ou Kamila pudessem imaginar.

“Pessoas me ligaram, eu já consegui uma certa quantia em dinheiro, um comerciante entrou em contato comigo e disse que vai me dar um carrinho novo, hoje à tarde mesmo iremos escolher”, contou José entusiasmado ao afirmar que deverá voltar com as vendas já na próxima semana.

Após a compra do carrinho, José verá o que conseguiu de doações e usará para comprar o botijão, envelopar e investir em mais equipamentos para a venda.

“Surgiu até uma proposta de emprego para mim, minha namorada é manicure, mas não ganha muito, então mesmo que eu volte a trabalhar, vou manter a venda do carrinho e quem sabe um dia crescer e conseguir empregar outras pessoas”, explicou José.

Para ele, hoje o carrinho é uma renda extra para o sonho de passar ao lado vida da mulher que ama, mas o desejo é que a venda dos cachorros quentes se torne sua principal fonte de renda.

Os interessados em ajudar podem entrar em contato com José ou Kamila através dos números (67) 99180-3016 e (67) 99243-8914. Ou ainda ir até o local após o reinicio das vendas e pedir um famoso ‘dogão’, localizado entre a Avenida Aracruz e Avenida Sr. do Bonfim, no Jardim Novos Estados.

Por último, José ressaltou que gostaria de pedir desculpas ao pastor da igreja que teve a grama queimada, “tudo bem que não foi culpa minha, mas queimou a grama da igreja, queria me desculpar”, comentou esbanjando alegria ao ver que a tragédia ganhou um final feliz e em tempo recorde.

'Corrente do bem' surpreende casal que viu sonho do casamento e moradia incendiado
Mais notícias