Cotidiano

Campo Grande ativou 12 leitos UTI e negocia abertura de outros 45 em hospitais

Entre domingo e segunda-feira (08), a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) ativou 12 leitos UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) na Clínica Campo Grande. A liberação ocorreu no mesmo dia em que Campo Grande atingiu a marca de 100% dos leitos críticos para pacientes Covid-19 ocupados. Agora, a prefeitura corre contra o tempo para liberar mais […]

Gabriel Maymone Publicado em 09/03/2021, às 09h40 - Atualizado às 11h33

Foto Ilustrativa: Saul Schramm/Subcom-MS
Foto Ilustrativa: Saul Schramm/Subcom-MS - Foto Ilustrativa: Saul Schramm/Subcom-MS

Entre domingo e segunda-feira (08), a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) ativou 12 leitos UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) na Clínica Campo Grande. A liberação ocorreu no mesmo dia em que Campo Grande atingiu a marca de 100% dos leitos críticos para pacientes Covid-19 ocupados.

Agora, a prefeitura corre contra o tempo para liberar mais 45 vagas em UTIs em hospitais particulares e alcançar 330 leitos, que chegou a ter disponível ano passado. Atualmente, são 285 leitos contratualizados pela prefeitura

“Estamos vendo no Hospital do Câncer e em outros hospitais também. Estamos renegociando a questão do contrato. Queremos chegar ao nível de 330 leitos disponíveis em Campo Grande para atender todas as demandas, não só Covid-19″, informou o titular da Sesau, José Mauro Filho.

Reforço no combate à Covid-19

Para evitar o colapso na saúde, a prefeitura anunciou outras medidas para conter o avanço da doença. A partir de quinta-feira (11), as entradas de Campo Grande voltarão a ter barreiras sanitárias para verificação de todos que entrarem pelo município.

Na segunda-feira, a prefeitura retomou, ainda, outras medidas para combater o coronavírus como a desinfecção de ruas, terminais e feiras livres. Além disso, a prefeitura determinou a ampliação da frota de ônibus, numa tentativa de reduzir as superlotações no transporte coletivo.

Assim, a partir desta terça-feira (09), os passageiros contam com 23 ônibus extras nas ruas, resultando em 170 viagens a mais. Os veículos extras contribuem com 92 viagens a mais durante o horário de pico da manhã e 78 viagens extras no pico da tarde. A Agetran disse que o reforço acontecerá durante os horários de pico, pela manhã, entre às 5h30 e 8h, e a tarde, entre às 16h e 19. A prefeitura avalia que mais de 9 mil passageiros devem ser atendidos com os reforços.

Jornal Midiamax