Cotidiano

Atenção, doadores: Hemosul alerta para situação de emergência no estoque de sangue de O+

O Hemosul de Campo Grande, mais uma vez, emitiu alerta, nesta quinta-feira (25), pedindo com emergência doações de sangue para o tipo sanguíneo 0 + e -. A situação de alerta já fez a Santa Casa suspender cirurgias. De acordo com o hemocentro, o ideal seria coletar cerca de 160 bolsos por dia. O baixo […]

Karina Campos Publicado em 25/02/2021, às 17h48 - Atualizado às 17h49

(Foto: Arquivo Midiamax)
(Foto: Arquivo Midiamax) - (Foto: Arquivo Midiamax)

O Hemosul de Campo Grande, mais uma vez, emitiu alerta, nesta quinta-feira (25), pedindo com emergência doações de sangue para o tipo sanguíneo 0 + e -. A situação de alerta já fez a Santa Casa suspender cirurgias.

De acordo com o hemocentro, o ideal seria coletar cerca de 160 bolsos por dia. O baixo nível de doadores vem se arrastando, desde o início da pandemia de coronavírus.

Por conta da situação de alerta, militares do Exército Brasileiro anteciparam a campanha anual de doação, que normalmente acontece em junho, para atender ao chamado, conforme explica a capitã Caroline Melco, responsável pela comunicação social.

Quem pode doar?

Para doar é preciso ter em mãos documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou de motorista. Ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 55 Kg e estar bem alimentado.

Homens podem doar até quatro vezes ao ano com um intervalo mínimo de dois meses. Já as mulheres podem doar até três vezes ao ano com um intervalo mínimo de três meses.

A doação pode ser agendada pelos telefones (67) 3312-1516, (67) 3312-1529 e (67) 99298-6316 ou o doador pode ir até o centro do Hemosul que está localizado na Avenida Fernando Correa da Costa, n° 1304 no Centro de Campo Grande.

Jornal Midiamax