Após chuva deixar famílias desabrigadas, Corumbá decreta situação de emergência

Em menos de 24h, choveu mais do que o esperado para o mês inteiro

Depois de chover em um dia o esperado para o mês inteiro, o município de Corumbá, a 425 km de Campo Grande, decretou situação de emergência.  Em menos de 24 horas, a cidade registrou uma chuva com volume de 187 mm, que causou uma série de problemas na cidade, como alagamento de ruas e casas, moradores chegaram a ficar ilhados.

Várias famílias tiveram suas casas inundadas e precisam de materiais básicos, como alimentos e produtos de higiene e limpeza. A Prefeitura de Corumbá explica que foram verificados danos estruturais em vários pontos da cidade e ainda levou em consideração o parecer técnico com o reconhecimento da situação caracterizada como enxurrada. 

“Esta situação de anormalidade é válida apenas para as áreas deste município, comprovadamente afetadas pelo desastre, conforme prova documental estabelecida pelo Formulário de Informações do Desastre e pelo Croqui da área afetada elaborados pela Superintendência Municipal de Proteção e ”, determina o documento.

O decreto de situação de emergência permite que o município mobilize toda a sua estrutura para atendimento aos locais e moradores afetados. Considerando a urgência da situação, ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação das áreas atingidas, desde que possam ser concluídos no prazo máximo de 180 dias consecutivos e ininterruptos, contados a partir da publicação do decreto. O Decreto irá vigorar por 90 dias.

Após chuva deixar famílias desabrigadas, Corumbá decreta situação de emergência
Mais notícias