Cotidiano

Em dois meses, apenas 9 cidades de MS vacinaram mais de 70% dos grupos de risco

Há mais de dois meses, Mato Grosso do Sul vacina a população de risco contra a Covid-19. No entanto, apenas nove municípios de MS conseguiram vacinar pelo menos 70% do grupo prioritário até esta quinta-feira (25). Em Campo Grande, Capital do Estado, foram vacinados 55,18% do público-alvo. Os dados estão disponíveis no Vacinômetro, alimentado pela […]

Dândara Genelhú Publicado em 25/03/2021, às 13h31 - Atualizado em 26/03/2021, às 09h39

Foto: Leonardo de França | Midiamax.
Foto: Leonardo de França | Midiamax. - Foto: Leonardo de França | Midiamax.

Há mais de dois meses, Mato Grosso do Sul vacina a população de risco contra a Covid-19. No entanto, apenas nove municípios de MS conseguiram vacinar pelo menos 70% do grupo prioritário até esta quinta-feira (25). Em Campo Grande, Capital do Estado, foram vacinados 55,18% do público-alvo.

Os dados estão disponíveis no Vacinômetro, alimentado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) com dados que os municípios enviam. Em todo o Estado, 54,69% da população de risco já foi imunizada ao menos com a primeira dose contra a Covid-19. Então, a cidade que mais vacinou pessoas do grupo prioritário é Antônio João, com 92,32% deste público imunizado.

Assim, a cidade já aplicou 1.734 doses de vacinas contra a Covid-19, das 1.574 recebidas por distribuição da SES. Com 82,7%, Laguna Carapã é o segundo município que mais imunizou pessoas de risco em MS, com 1.170 doses utilizadas.

O terceiro lugar fica para Tacuru, que com 2.143 doses aplicadas, já imunizou 80,88% dos grupos de risco. Seguindo a ordem decrescente, Dois Irmãos do Buriti aplicou 2.276 doses e vacinou 80% da população considerada como prioritária.

Em Paranhos, foram usadas 2.667 doses e a aplicação no grupo de prioritários está em 76,10%. Assim, com 75,73% da população de risco vacinada, Jateí aplicou 441 doses de vacinas contra Covid-19.

Selvíria imunizou 72,81% dos grupos de risco e aplicou 766 unidades de vacinas. Enquanto em Japorã, 2.277 doses fizeram 72,62% de pessoas prioritárias serem imunizadas. Por fim, Miranda aplicou 5.983 imunizantes e então, 71,2% da população de lá está vacinada.

Jornal Midiamax