Cotidiano

Ao ter encomenda devolvida, empresária recebe dos Correios caixa com produtos danificados em Campo Grande

Prejuízo chega a quase R$ 3 mil em produtos de salão de beleza

Fábio Oruê Publicado em 07/04/2021, às 16h35

Brinde enviado pela empresária para a cliente estava totalmente quebrado
Brinde enviado pela empresária para a cliente estava totalmente quebrado - Foto: Arquivo Pessoal

A cabeleireira Priscila Nogueira, de 28 anos, foi surpreendida ao buscar uma encomenda que havia enviado para uma cliente em São Paulo, mas que retornou para Campo Grande, na manhã de hoje. Uma caixa destruída com cerca de 13 produtos danificados foi entrega a ela pelos Correios. 

Segundo ela, o prejuízo deixado pelas danos chega a quase R$ 3 mil. "São produtos de um kit que eu vendo para fazer uma técnica de alisamento que eu criei. Eu já enviei várias vezes para outras cidades, outros estados e nunca aconteceu isso", disse ela ao Jornal Midiamax. Priscila contou que ficou desesperada ao se deparar com a situação e sem saber o que fazer. 

"Eu fiquei mais de três horas no chão da agência esperando meu marido. Não conseguia sair de lá. Tive que limpar tudo, até perdi alguns produtos que não vou poder vender", descreveu a trabalhadora autônoma. A Estatal alegou para Priscila que não transportava liquídos, como no caso dos produtos para salão de beleza. 

Entretanto, a empresária alegou que já havia enviado outras encomendas iguais e nunca foi impedida. "Eu olhei em todos os guichês e nenhum avisava que não podiam enviar liquídos. E eu ainda coloquei como frágil porque tinha uma chapa fria junto e não podia danificar", explicou. 

Agora, Priscila está 'correndo atrás do prejuízo'  para devolver o valor pago pela cliente. "Ela confiou em mim e aconteceu isso. Ela entende, mas pode trazer prejuízos para ela", lamentou. Ela disse que a empresa fornecedora dos produtos, além de amigos e familiares irão ajudá-la.

Conforme a assessoria dos Correios, a empresa espera conversar com a empresária para apurar o acontecido, mas lamenta o ocorrido. A empresa esclareceu que encomendas mal acondicionadas ou com embalagens frágeis podem sofrer avarias durante o transporte.

*Matéria alterada no dia 08/04/2021 às 15h11 para acréscimo de informações.

Jornal Midiamax