Cotidiano

Santa Casa está superlotada e tem 8 pacientes aguardando por leito de CTI em Campo Grande

Os pacientes estão internados em salas de estabilização

Karina Campos Publicado em 01/04/2021, às 08h57

Salas estão lotadas e macas 'amontoadas'
Salas estão lotadas e macas 'amontoadas' - (Foto: Divulgação/Santa Casa)

A Santa Casa de Campo Grande ainda vive caos com a grande demanda de pacientes internados na unidade. Ainda nesta quinta-feira (1°), cerca de 8 pessoas, sem Covid-19, esperam por um leito de CTI (Centro de Terapia Intensiva).

Dos pacientes, todos estão em salas de estabilização, 2 no ambulatório do Pronto-Socorro. Os internados no Centro Cirúrgico foram transferidos para outras unidades, não houve óbito no setor. A ocupação de leitos adulto não-covid é de 100%.

Na manhã de ontem (31), a Santa Casa emitiu nota informando sobre a situação crítica no atendimento de pessoas graves. A unidade está sendo ‘retaguarda’, de outros hospitais na pandemia, já que o HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) fica responsável pelos atendimentos de pessoas com a doença.

Após uma queda de 33% na semana passada por conta das restrições, desde sábado houve aumento de pacientes vítimas de acidentes de trânsito e violência como baleados e esfaqueados.

“Só esta noite (30), recebemos 3 baleados e, neste momento, 13 pacientes graves não-covid aguardam vaga de CTI (Centro de Terapia Intensiva). 7 deles estão intubados (respirando por aparelho) na área vermelha do pronto-socorro (nossa capacidade é de 6 respiradores na sala de estabilização) ”, diz a nota.

Ainda conforme o hospital, pacientes estão de forma improvisada. “Outros 6 pacientes estão em salas do centro cirúrgico, ou seja, estas salas ficam “travadas” para cirurgias até que esses pacientes consigam vaga no CTI”, finaliza.

Confira o vídeo: 

https://youtu.be/-bHhgC2C1EY

Jornal Midiamax