Cotidiano

Acadêmicos da UEMS têm até o dia 31 de março para efetuar a rematrícula

Está aberto o prazo de rematrícula para alunos da graduação presencial na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). Os veteranos têm o período de 08 a 31 de março para efetuar a rematrícula diretamente no site da universidade, na área do sistema acadêmico. A não manutenção de vínculo dentro do prazo configura em […]

Ranziel Oliveira Publicado em 09/03/2021, às 16h37

Ilustrativa / campus da UEMS em Campo Grande (Foto: Edemir Rodrigues / Subcom)
Ilustrativa / campus da UEMS em Campo Grande (Foto: Edemir Rodrigues / Subcom) - Ilustrativa / campus da UEMS em Campo Grande (Foto: Edemir Rodrigues / Subcom)

Está aberto o prazo de rematrícula para alunos da graduação presencial na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). Os veteranos têm o período de 08 a 31 de março para efetuar a rematrícula diretamente no site da universidade, na área do sistema acadêmico.

A não manutenção de vínculo dentro do prazo configura em abandono do curso, o acadêmico não conseguirá, por exemplo, fazer o trancamento da graduação. Esse prazo para a rematrícula é válido para todos os cursos de graduação presenciais da Universidade, exceto, para os acadêmicos de Medicina, Enfermagem e cursos EaD que possuem Calendários Acadêmicos distintos.

A Rematrícula deve ser feita também para acadêmicos que pretendem trancar o curso em 2021, só é possível fazer o trancamento após a confirmação de vínculo. O período para solicitação de trancamento de matrícula para alunos com matrícula renovada será a partir do dia 5 de abril.

Já acadêmicos que pretendem fazer remanejamentos de disciplinas para outros cursos ou suspensão, inclusão de disciplinas optativas terão de 05 a 30 de abril para solicitarem tais ajustes direto com a coordenadoria do curso.

Acadêmicos que estão afastados por motivos de trancamento e que querem voltar para o ano letivo de 2021 também devem fazer a manutenção de vínculo dentro do prazo.

Retorno das aulas

O ano letivo de 2021 está previsto para iniciar em 05 de abril na modalidade remota. Essa decisão foi tomada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – CEPE, tendo em vista a necessidade de manutenção das medidas de isolamento social. Para adoção do ensino remoto a UEMS disponibilizou plataformas educacionais, bolsa-internet aos alunos, impressão de materiais, dentre outras medidas de apoio.

As decisões sobre o retorno das aulas presenciais competem ao CEPE e levam em consideração o contexto tanto do estado do MS quanto das unidades universitárias da UEMS. A decisão poderá ser reavaliada pelo CEPE ao longo do ano letivo.

Jornal Midiamax