Cotidiano

Aberto cadastro para vacinação de servidores da segurança em Campo Grande

Expectativa é de que 6 mil trabalhadores sejam vacinados

Renan Nucci Publicado em 01/04/2021, às 13h33

None
Print da página de vacinação para servidores da segurança em Campo Grande. Foto: Reprodução
Print da página de vacinação para servidores da segurança em Campo Grande. Foto: Reprodução

Foi aberto no início da tarde desta quinta-feira (01), o cadastro para que servidores da segurança pública em Campo Grande sejam vacinados contra o coronavírus (Covid-19). Conforme disponibilizado pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), os trabalhadores devem acessar a plataforma vacina.campogrande.ms.gov.br e efetuar o cadastro.

Uma vez no site, deverá clicar em “Primeiro acesso”, em seguida escolha no perfil a opção de servidores da segurança pública, sendo levado para a tela com campos como CPF, CNS, data de nascimento, nome completo, nome da mãe, e-mail, celular, telefone, sexo, local de trabalho, endereço, comprovante de servidor na segurança pública e senha. Após preencher tudo, clique em “salvar”.

A orientação da Sejusp é que todos os servidores de Campo Grande, independente de idade, realizem o cadastro na página de vacina da Prefeitura, uma vez que o cadastramento facilita e agiliza a vacinação. Após o cadastro os grupos serão convocados para a vacinação. “Ficou acertado que faremos a vacinação, por grupos, conforme o quantitativo de doses que serão disponibilizadas pela Saúde, para a segurança pública, priorizando os servidores que estão na ponta e correm maior risco de contaminação”, disse o coronel Ary Carlos Barbosa, adjunto da Sejusp-MS (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul).

Nesta primeira etapa que acontece na sexta-feira e no sábado, serão imunizados os policiais e servidores da segurança pública da Capital, levando em consideração critérios como grupos de prioridade e idade, por exemplo. Nas próximas semanas as vacinas chegarão para os profissionais de segurança pública de todo o estado. Ao todo deverão ser imunizados cerca de 15.000 servidores, a maioria, aproximadamente 12.000 das forças estaduais.

Na segurança pública estadual, que inclui a Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Agepen, Coordenadoria-Geral de Perícias, agentes socioeducadores, que trabalham nas Unidades Educacionais e Internação (UNEI), agentes de trânsito do Departamento Estadual de Trânsito e servidores da Sejusp, a imunização será feita por idade.

A expectativa é de que 6 mil servidores apenas da segurança sejam vacinados. “Resolvemos começar pelos que estão na linha de frente, no combate à pandemia, que são aqueles que estão mais suscetíveis a contaminação pelo Coronavírus”, explica Barbosa.

Jornal Midiamax